Grant: “Futebol deveria ser decidido no campo, não em tribunais”

O técnico do Portsmouth, o israelense Avram Grant, declarou à BBC que a punição de nove pontos dada ao clube pela Premier League devido à entrada em administração jurídica foi injusta.

“Futebol deveria ser decidido dentro das quatro linhas, e não em tribunais ou escritórios da Premier League”, disse o treinador após a vitória do Pompey sobre o Burnley por 2×1, neste sábado.

O clube passa por uma temporada turbulenta, com quatro mudanças de dono, e tornou-se ontem o primeiro clube da divisão principal inglesa a entrar em administração jurídica. E as regras da Premier League determinam que o clube que passa por esse processo perde nove pontos na classificação – o que no caso do Portsmouth representa virtualmente o rebaixamento do time.

“Os torcedores não deveriam ser vítimas deste cenário. Claro que não deveríamos perder nove pontos”, disse Grant. “Em toda minha vida lutei por justiça e por jogo limpo, e por isso precisamos do futebol decidido dentro de campo. Nosso time mostrou fibra e caráter na partida de hoje. Estou orgulhoso de ser parte da 'família Portsmouth'.”, finalizou o treinador.