A discussão sobre os jogos adiados na Itália ganhou um novo capítulo. O governo italiano decidiu proibir por decreto que qualquer evento esportivo tenha público até o dia 3 de abril por causa do aumento de casos do Coronavírus. Isso inclui os jogos de futebol, o que afetará de forma contundente todas as partidas no país, tanto da Serie A quanto na Copa da Itália e competições europeias. Um dos jogos mais esperados, Juventus x Inter, pela liga, deve ser jogado no domingo, com portões fechados, embora esta decisão ainda não esteja tomada.

Segundo dados divulgados nesta quarta, a Itália chegou a mais de 3 mil casos do Coronavírus, com 107 mortes. Neste momento, há 2.706 pessoas infectadas sendo tratadas da doença. Escolas e universidades tiveram as aulas suspensas pelo menos até o dia 15 de março, mas é provável que este período seja estendido.

“Eventos esportivos e competições de todos os tipos e disciplinas, feitas em todos os lugares, tanto públicos quanto privados, também estão suspensos; contudo, em municípios fora daqueles listados na Annex 1 do decreto do Primeiro Ministro do dia 1º de março, e alterações subsequentes, é permitido realizar os eventos e competições mencionados acima, assim como treinamentos de atletas, dentro de estruturas esportivas com portões fechados, ou em atividades externas sem presença de público; em todos os casos, as entidades ou clubes esportivos, por meio da sua equipe médica, são obrigados a realizar as verificações apropriadas para conter o risco de espalhar o vírus COVID-19 entre atletas, técnicos e todas as pessoas que participam”, diz o comunicado do governo italiano.

“Esportes básicos e atividades e esportes a motor em geral, feitos em ambientes externos ou dentro de ginásios, piscinas e centros esportivos de todas as formas, são permitidos apenas em condições que seja possível se adequar às recomendações determinadas pela Annex 1, letra d. No artigo 4, parágrafo 1, se lê: ‘As disposições deste decreto produzem efeitos a partir da data de publicação no Diário Oficial da República Italiana e são eficazes, sujeitas a disposições diferentes contidas nas medidas individuais, até 3 de abril de 2020’”, continua o comunicado.

O Ministro do Esporte, Vincenzo Spadafora, já defendia a medida de jogos com portões fechados, mas os clubes são resistentes, especialmente porque perderão muita bilheteria. A Inter teve que jogar com o Ludogorets pela Liga Europa sem público. Nenhum jogo da Serie A ou da Copa da Itália ainda foi disputada com portões fechados. Mas esta é uma solução que parece inevitável dentro do cenário italiano.

Com isso, é muito provável que a Serie A seja retomada neste fim de semana, mas com uma mudança do calendário: seriam disputados os jogos da rodada 26, e não da rodada 27, conforme previsto. Esta mudança, porém, ainda não está retificada, porque não havia clubes suficientes para garantir uma votação válida para a mudança.

Se isso for aprovado, os jogos devem ser retomados no sábado, com Sampdoria x Verona no sábado à noite (tarde no Brasil), com Milan x Genoa no domingo (8h30 no horário de Brasília), Parma x Spal e Sassuolo x Brescia (11h), Udinese x Fiorentina (14h) e Juventus x Inter (16h45). Os clubes devem tomar uma decisão definitiva em breve.

A determinação irá afetar diretamente os clubes envolvidos em competições europeias, especificamente a Juventus, que mandará a sua partida de volta contra o Lyon no dia 17 de março. A Inter, que receberá o Getafe no dia 12 de março, também terá portões fechados, assim como a Roma, que receberá o Sevilla no dia 19 de março.