Ofir Marciano teve uma noite alienígena em Gijón (não podia perder o trocadilho). E no mau sentido. A Espanha goleou Israel por 4 a 1 e segue caminhando para se classificar à próxima Copa do Mundo. O goleiro israelense, no entanto, deu uma baita contribuição para o placar, com uma falha gritante e dois gols em que ele poderia pelo menos ter feito um trabalho um pouquinho melhor.

LEIA MAIS: Iniesta: “Eu não queria me juntar ao Barcelona no início, não queria deixar a minha família”

Silva abriu o placar, logo no começo da partida, com um chute cruzado que passou entre as pernas de Marciano. Vitolo, no fim do primeiro tempo, bateu fraquinho, fraquinho, e o goleirão do Hibernian aceitou. Frango escancarado. Diego Costa cabeceou quase em cima dele para fazer o terceiro gol, e Marciano pareceu até assustado de ver a bola tão perto.

.

.

 

Com a vitória da Itália sobre a Albânia, as duas gigantes do grupo G estão empatadas com 13 pontos. Vantagem da Espanha no saldo de gols: 17 a 9. Se tudo correr como o esperado, com as duas equipes ganhando o resto dos seus jogos, haverá um duelo decisivo em 2 de setembro, na Espanha, para definir quem vai direto para a Copa e quem terá que passar pela repescagem.