Que o Real Madrid seria favorito contra o Deportivo era até óbvio. Só que ninguém, nem mesmo os mais empolgados torcedores madridistas, poderiam esperar uma goleada por 8 a 2 jogando no estádio Riazor, na Galícia. Se os oito gols não eram previsíveis, ter gol de Cristiano Ronaldo é uma das coisas mais previsíveis que poderia acontecer. Foram logo três do português, dois de Gareth Bale, um golaço de James Rodríguez e, olha só, dois gols de Chicharito Hernánez, que entrou no final para abrir sua conta de gols no time branco.

LEIA TAMBÉM: Longe dos seus melhores dias, Bayern ainda busca o futebol avassalador da última temporada

Em meio a tantos questionamentos sobre o futebol do time, que sofreu até aqui no Campeonato Espanhol. Não por acaso, os resultados não vinham sendo bons, assim como o futebol do time. Em três jogos, o time tinha vencido um e perdido dois. Algo raro pensando no amplo domínio que tanto os merengues quanto o Barcelona impuseram aos adversários nos últimos 10 anos. A semana, porém, foi boa para o Real Madrid. Goleada contra o Basel na terça–feira, na estreia pela Champions League, e nova goleada contra o Deportivo no fim de semana. Carlo Ancelotti ainda tem muito trabalho a fazer para ajeitar o time, mas ao menos as goleadas dão um respiro ao treinador.

Cristiano Ronaldo foi matador como sempre e já chegou a cinco gols, artilheiro do Espanhol. Com seus dois gols, Bale chegou a três. Ddos oito gols marcados pelo time, vale apreciar o gol de James Rodríguez, um dos mais bonitos do jogo. Além do primeiro gol de Chicharito que também foi bem bonito.

O gol de James Rodríguez, um chutaço na gaveta:

 

O terceiro gol de Cristiano Ronaldo no jogo:

O primeiro gol de Chicharito com a camisa do Real Madrid:

VOCÊ PODE SE INTERESSAR TAMBÉM POR:

– “Todo técnico europeu vê treinar o Brasil como um grande desafio”, diz ex-colega de Felipão em Portugal

– Acredite se quiser: o Arsenal gasta mais com salários que o Chelsea