Era de se esperar um grande jogo entre Borussia Dortmund e RB Leipzig nesta terça-feira de Bundesliga. O líder do campeonato visitava o terceiro colocado – dois times com ótimos talentos e filosofias ofensivas. No entanto, o empate por 3 a 3 superou as expectativas. A loucura tomou conta do Signal Iduna Park, em duelo frenético durante a maior parte do tempo. O Dortmund foi superior e realizou uma grande partida no ataque, sobretudo pelo gol magistral de Brandt. Em contrapartida, apesar das defesas impressionantes de Bürki, os aurinegros colecionaram vacilos e deram a brecha que Werner desejava. No fim, o resultado não foi tão saboroso ao BVB.

O Borussia Dortmund começou a partida com mais agressividade e tinha Mats Hummels como sua principal peça ofensiva. Sim, as subidas do zagueiro ao ataque e também seus passes longos levavam perigo à meta de Péter Gulácsi. O beque chegou a forçar uma boa defesa do goleiro aos 15 minutos. O RB Leipzig, por outro lado, fazia uma partida pouco intensa e precisava se fechar contra a pressão inicial dos aurinegros. O time de Lucien Favre fazia uma de suas melhores atuações, com muita movimentação e busca pelo ataque.

Os gols começaram a sair depois dos 20 minutos. Gulácsi realizaria outra defesa em tentativa de Jadon Sancho, mas falhou quando Julian Weigl arriscou de fora da área aos 23. O chute não veio com tanta força, só que o arqueiro caiu mal e aceitou. O Dortmund seguiu em cima e tocava a bola com muita velocidade. O segundo tento sairia naturalmente aos 34. Sancho conectou com Brandt, que girou na área e deu um corte fenomenal em Dayot Upamecano. O alemão conduziu a bola grudada no pé e deixou o marcador falando sozinho, antes de vencer Gulácsi. Golaço.

O RB Leipzig acordou apenas nos minutos finais do primeiro tempo. Roman Bürki mostrou como pode ser um goleiro fenomenal. Primeiro, pegou uma cabeçada à queima-roupa de Yussuf Poulsen, de maneira absurda. Mandou a bola para escanteio. Na sequência, Timo Werner também tentou pelo alto e o goleiro se esticou todo para desviar o arremate sobre o travessão. Uma pena que a regularidade não é o forte do suíço.

Afinal, o baita primeiro tempo do Dortmund precisou de oito minutos para ruir na etapa complementar. Primeiro, em uma desastrada saída de Bürki para afastar a bola de cabeça. A redonda ficou limpa para Werner, que não perdoou a meta aberta. Marcel Halstenberg teria um gol anulado por impedimento logo depois. De qualquer forma, não demoraria muito aos aurinegros entregarem o ouro ao empate do Leipzig. Após outro milagre de Bürki para se redimir, Brandt recuou uma péssima bola e deixou Werner sozinho com o goleiro. O atacante chegou a 18 tentos nesta Bundesliga e igualou Robert Lewandowski na artilharia.

O lado bom ao Dortmund é que o terceiro gol não demorou a vir. Logo aos dez minutos, o apoio de Achraf Hakimi deu frutos. O marroquino passou a Marco Reus, que fez o cruzamento para Sancho fuzilar. Era um resultado mais condizente ao que foi o duelo. Os aurinegros seguiam superiores, buscando mais o ataque, mas falhavam na hora de concluir. Além disso, Sancho precisou sair lesionado. A substituição pareceu afetar os anfitriões, que permitiram o novo empate aos 33. Bürki salvou mais uma, mas não evitou que Patrik Schick marcasse no rebote.

Durante os minutos finais, o Borussia Dortmund ainda tentou arrancar a vitória. Tinha a iniciativa e não dava espaços aos contragolpes do Leipzig. Entretanto, a insistência não rendeu o quarto gol dos aurinegros. Algumas bolas perigosas cruzaram a área de Gulácsi, mas ninguém conseguiu emendar às redes. Até pela forma como deixou escapar o resultado, o time de Lucien Favre tem motivos para lamentar o tropeço. Ainda assim, o BVB indica sua recuperação na Bundesliga.

O RB Leipzig permanece na primeira colocação, mas pode permitir que o Borussia Mönchengladbach iguale sua pontuação. Os Potros tem tudo para conquistar uma vitória sobre o Paderborn nesta quarta e alcançariam os mesmos 34 pontos, com desvantagem no saldo. Já o Dortmund é o terceiro colocado e interrompeu a série de três vitórias consecutivas. Com 30 pontos, corre o risco de ser ultrapassado por Schalke 04 e Bayern de Munique no fechamento da rodada. Pensando na campanha do adversário, o empate é aceitável. Mas os aurinegros remoem pela oportunidade jogada fora.

Classificações Sofascore Resultados