O Santos assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro na última rodada e, na manhã deste domingo, atuou como um líder de respeito. Recebeu o Goiás, na Vila Belmiro, e abriu os trabalhos com um lindo gol de Carlos Sánchez. Foi apenas o aperitivo. O time de Jorge Sampaoli chegou a abrir 6 a 0, antes de levar o desconto de Kayke, nos acréscimos do segundo tempo. A goleada mantém o Peixe na ponta, agora com cinco pontos à frente do Palmeiras, que mais tarde enfrenta o Corinthians, em Itaquera.

O Goiás não anda sendo muito resistente contra os melhores times do país. Levou 6 a 1 também do Flamengo, no Maracanã, e empatou sem gols com Avaí e Atlético Mineiro em sequência antes de ser amassado pelo Santos, que abriu o placar, aos 9 minutos, quando Soteldo fez outra ótima jogada pela esquerda e cruzou para a marca do pênalti. Sánchez emendou de primeira para anotar a sua pintura.

O primeiro tempo teve mais dois gols do time da casa. Lucas Veríssimo completou cobrança de falta de Sánchez de cabeça, e Gustavo Henrique pegou o rebote da trave para fazer 3 a 0. Em nova assistência de Sánchez, Sasha dominou driblando o goleiro e marcou o quarto. Soteldo fechou a atuação, elogiada por ninguém menos do que José Macia, o Pepe, com um chute de fora da área e completando o contra-ataque. Kayke fez o gol de honra com um chute cruzado.

Foi a sétima vitória consecutiva do Santos pelo Campeonato Brasileiro e a sexta em sete partidas como mandante. Nas últimas quatro em casa, o Peixe marcou 13 gols.