É praticamente impossível falar sobre a vitória do Chelsea nesta segunda, pela Premier League, sem colocar Eden Hazard como personagem central. O belga pode não ter feito uma de suas partidas mais completas. Ainda assim, a recuperação de seu bom futebol diz muito sobre os momentos decisivos que o camisa 10 consegue proporcionar. E, na visita ao Estádio Olímpico de Londres, ele desequilibrou mais do que qualquer outro. Abriu o placar e teve um instante de puro brilhantismo no lance que resultou no segundo gol. Assim, ajudou a garantir a vitória por 2 a 1 sobre o West Ham, que aproxima os Blues um pouco mais do título.

Hazard deu sua primeira contribuição à vitória aos 25 minutos de jogo. O West Ham tinha mais posse de bola e tentava se impor no ataque. Contudo, um contra-ataque acabou sendo mortal para que o Chelsea saísse em vantagem. N’Golo Kanté iniciou a jogada ao interceptar um passe e tocar para o camisa 10. O belga arrancou desde o campo de defesa, tabelou com Pedro e driblou o goleiro Darren Randolph, antes de tocar para as redes vazias. Durante a comemoração, um torcedor dos Hammers invadiu o campo e foi tirar satisfação com o jogador adversário, mas acabou contido por seguranças.

O Chelsea não criava muitas chances, mas levava perigo quando conseguia atacar. E a velocidade de seu ataque acabou sendo chave para a vitória. Aos cinco minutos do segundo tempo, outro contragolpe. Hazard deu um passe magistral com as costas para Kanté. O lance resultou em escanteio para os Blues. Na cobrança, a bola sobrou limpa para Diego Costa completar dentro da área. O centroavante quase fez o terceiro, em belíssimo passe de Hazard, mas parou em milagre de Randolph. Diante da desvantagem, o West Ham tentou pressionar um pouco mais e ameaçou os visitantes em certos momentos, mas diminuiu apenas nos acréscimos, com Manuel Lanzini.

A vitória mantém a vantagem de 10 pontos do Chelsea em relação ao Tottenham na liderança. Tranquilidade que permite ao time se voltar ao duelo com o Manchester United, no próximo final de semana, pela Copa da Inglaterra. Já Hazard segue firme como um dos principais candidatos ao prêmio de melhor jogador da temporada. O desempenho pode nem ser tão impressionante quanto o de 2014/15. Mas é por jogos como o desta segunda que ele reforça sua importância aos Blues.