O Verona surpreende nesta temporada, com uma campanha de meio de tabela quando se esperava que fosse um dos principais candidatos ao rebaixamento. Neste sábado, porém, o time conseguiu o maior resultado da temporada. De virada, virou para cima da Juventus, venceu por 2 a 1 e ainda colocou um molho picante na Serie A. Isso porque a Inter pode se igualar em pontos à Juve, caso vença o clássico contra o Milan neste domingo.

Depois de segurar a Lazio no meio de semana, em jogo que estava atrasado, com um empate por 0 a 0, desta vez foi a vez da Juventus sofrer nas mãos do Verona. A vitória, aliás, fez o time do Veneto chegar a oito jogos de invencibilidade na liga italiana. Fabio Borini foi titular no ataque. E a atuação da equipe de Ivan Juric foi enorme. Em um 3-4-1-2, conseguiu dificultar bastante as ações dos visitantes.

Como é de se esperar, não foi um bom jogo da Juventus. Maurizio Sarri deixou Paulo Dybala no banco e formou o ataque com Cristiano Ronaldo, Gonzalo Higuaín e Douglas Costa. Nenhum deles foi particularmente mal, mas falta de chances de gol tornou o ataque pouco efetivo. Até por isso, o primeiro tempo acabou sendo fraco.

O primeiro gol do jogo só saiu aos 20 minutos do segundo tempo. Cristiano Ronaldo recebeu de Rodrigo Betancur e ficou no mano a mano com Amir Rrahmani do Verona. Ele puxou para um lado, para o outro e, com o pé direito, finalizou no canto, fora do alcance do goleiro: 1 a 0. Só que a vantagem não mudou muito o panorama do jogo. O Verona foi para cima para tentar o empate, sem medo.

Juric colocou em campo o veterano Giampaolo Pazzini, 35 anos, que já começou testando o goleiro Szczesny com uma cabeçada. O Verona passou a pressionar a saída de bola e isso teve resultados. Miralem Pjanic e Rodrigo Betancur acabaram errando na saída, Borini tomou a bola e, com precisão, finalizou no canto para marcar: 1 a 1, aos 31 minutos.

Pazzini, que entrou bem, lançou a bola para Borini, que chutou, mas viu a bola desviar em Leonardo Bonucci e ir para fora. No escanteio, Kumbulla tocou de cabeça e a bola foi desviada com o braço de Bonucci, que estava no alto. Depois de revisar a jogada pelo VAR, o árbitro marcou o pênalti. Pazzini, experiente, cobrou de forma perfeita, sem qualquer chance de defesa, e marcou: 2 a 1 para o Verona.

Foi a primeira vitória do Verona sobre a Juventus desde abril de 2000, quando bateu o time de Turim por 2 a 1 neste mesmo estádio Mac’Antonio Bentegodi por 2 a 1. Depois disso, foram três empates e 11 derrotas. Até por isso, os torcedores e os jogadores comemoraram muito em campo o resultado.

Agora, a Juventus torce para que haja empate no Derby della Madonnina, ou que haja uma vitória do Milan sobre a Inter, o que manter a distância confortável. A Lazio, se vencer o Parma, também pode encostar e ficar só a um ponto dos rivais.

Classificações Sofascore Resultados