Gladbach reclama de jogar na sexta-feira pela Bundesliga em semana de Champions

Apenas um jogo é realizado na sexta-feira; precisa ser de um time da Champions League?

Um gol de Dembélé a favor do Celtic, aos 31 minutos do segundo tempo, foi responsável por um empate amargo para o Borussia Monchengladbach, que, com a vitória, ficaria a apenas um ponto do Manchester City no Grupo C da Champions League. Mas o clube alemão não terá muito tempo para lamentar o tropeço. Nesta sexta-feira, já entra em campo para o Hertha Berlim, quinto colocado da Bundesliga.

LEIA MAIS: O adeus de Klose, o artilheiro que se agigantou para tornar a Alemanha ainda mais gigante

São três dias de descanso entre um jogo e outro, o que não chega a ser incomum para quem disputa competições europeias. Os times da Champions geralmente atuam no sábado nas rodadas das ligas nacionais anteriores a jogos do torneio continental, e alguns já entram em campo na terça-feira. O Borussia Dortmund entra em campo nesta quarta, contra o Sporting, e enfrenta o Hamburgo, no sábado.

A natureza da reclamação do Borussia Monchengladbach é que apenas uma partida é realizada na sexta-feira e não há necessidade de que ela seja de um time da Champions League justamente em uma das semanas em que a competição é disputada. O agravante: essa é a segunda semana seguida que isso acontece. Na passada, o Gladbach enfrentou o Eintracht Frankfurt na sexta-feira três dias depois de pegar o Stuttgart, pela Copa da Alemanha.

“Não sei o que a liga estava pensando ao permitir que um time da Champions League jogue na sexta-feira”, disse o diretor-esportivo do clube Max Eberl, à Kicker. “Nunca ouvi falar do Bayern de Munique jogando na sexta-feira. Eles jogam no sábado ou no domingo. Acho isso extremamente infeliz, mas temos que aceitar a realidade como ela é”.

Realmente, temos que voltar seis anos no tempo para encontrar uma ocasião em que o Bayern de Munique jogou na sexta-feira, pela Bundesliga, em uma semana de Champions League. Em 19 de outubro de 2010, venceu o Cluj, por 3 a 2, e três dias depois, empatou por 0 a 0 com o Hamburgo. E, assim como o Gladbach, logo na semana seguinte enfrentou o Werder Bremen, pela Copa da Alemanha, e o Freiburg em uma partida de sexta-feira pelo Campeonato Alemão.

Bayer Leverkusen e Borussia Dortmund, outros dois times alemães que tem disputado a Champions frequentemente, não passaram por isso em tempos recentes, e, com um pouco de bom senso da liga, não há a necessidade de nenhum passar.