André-Pierre Gignac é uma dessas histórias mais inusitadas e mais legais que vimos no futebol latino-americano nos últimos anos. É uma mistura de inacreditável com improvável, mas acontece que o francês trocou mesmo o Olympique de Marseille pelo Tigres, do México. E já faz dois anos! São muitas boas histórias e esta quinta-feira teve mais um episódio. Gignac marcou o gol de empate do jogo de ida da final com o Tigres em 2 a 2, aos 43 minutos do segundo tempo. Isso tudo diante da torcida. É claro que a galera enlouqueceu.

LEIA TAMBÉM: Gignac: “Odeio o PSG. Preferia morrer a assinar contrato com eles”

O Chivas fez uma grande partida diante do Tigres, mesmo jogando no estádio Universitário. O time arrancou uma vantagem de 2 a 0 ainda no primeiro tempo, deixando a torcida bastante apreensiva. O Tigres, mesmo atacando bastante, não conseguia marcar o seu gol. As chances eram todas tiradas pela defesa, ou restritas a chutes de longa distância.

Sempre perigoso, o Chivas teve até chances para ampliar o já largo placar de 2 a 0. Só que o que se viu foi um Gignac decisivo em campo. Primeiro, aos 40 minutos, ele empatou o jogo aproveitando um cruzamento rasteiro da esquerda e finalizando de canhota. O Chivas ainda vencia por 2 a 1, mas ao menos a vantagem já tinha sido diminuída. Era um alento. Porém a torcida teria muito mais a comemorar.

Pouco depois aos 43, veio o motivo para as arquibancadas enlouquecerem de vez. Lançamento longo do campo de defesa de Chaka Rodríguez para Gignac nas costas da zaga e ele tirou do goleiro e, no lado direito da área, com um ângulo um pouco mais difícil e em velocidade, ele bateu pelo alto e a bola entrou bonito no gol. Era o empate. De um 2 a 0 contra aos 40 minutos do segundo tempo, a torcida do Tigres saiu comemorando um empate por 2 a 2. Um empate por 2 a 2 poderia não ser visto como um bom resultado antes do jogo, mas diante das circunstâncias, saiu de ótimo tamanho.

A decisão do título do Campeonato Mexicano fica para o próximo domingo, no estádio do Chivas. Como não há o critério de gols fora de casa na final, se houve novo empate em Guadalajara, por qualquer placar, a decisão irá para a prorrogação e, persistindo o empate, pênaltis. Haja emoção.

Veja os gols do jogo:


Os comentários estão desativados.