Steven Gerrard está prestes a atingir uma marca simbólica nesta quarta-feira. O meio-campista alcançará 100 aparições pela seleção inglesa em partida contra a Suécia, em Estocolmo. O capitão admitiu estar ansioso para o confronto e também garantiu que não vê tão próxima a aposentadoria da equipe nacional.

“Estou animado. Um pouco nervoso, o que não acontecia comigo na seleção há tempos, talvez por causa da atenção pela marca. É um jogo muito empolgante e mal posso esperar por seu início. Estou tentando direcionar a força, fazer as situações acontecerem em campo, dar assistências, marcar gols e liderar o exemplo para o resto do time seguir”, declarou.

Aos 32 anos, Gerrard é o sexto jogador com maior número de jogos pelo English Team, atrás de Peter Shilton, David Beckham, Bobby Moore, Bobby Charlton e Billy Wright. Sua estreia na seleção principal aconteceu em maio de 2000, em partida contra a Ucrânia. O jogador soma a participação em duas copas do Mundo e em três Eurocopas.

“Minha passagem pela seleção tem sido cheia de altos e baixos, provavelmente como a de muitos outros jogadores ingleses, mas sinto que há mais alguns capítulos para escrever. Não sinto como se estivesse chegando ao fim. Estou realmente feliz aqui e satisfeito com meu desempenho com a camisa da Inglaterra. Estou olhando para frente, tentando ajudar esse time a se classificar para a Copa do Mundo”, completou o meio-campista.

Gerrard ainda negou estar motivado a bater a marca de David Beckham, que fez 115 partidas e é o jogador de linha com mais aparições: “David é um herói para mim e certamente alguém que me inspirou. Eu aproveitei meus jogos na seleção ao lado dele e não é importante se baterei seu recorde. Meu foco principal é ajudar a qualificação do time ao Mundial”.

Capitão da Suécia, Zlatan Ibrahimovic também exaltou o rival: “Penso que Gerrard é um jogador fantástico. Ele é leal ao seu clube e ganhou grandes troféus. É uma ótima pessoa para se ter como companheiro, sempre dá 200% em campo e tem boa técnica. Gerrard se sente mais um jogador internacional que o normal entre os ingleses. Eles têm grandes corações e sempre lutam, mas Gerrard é mais habilidoso que um jogador normal”.