Em bom começo de temporada, o Villarreal viajou para enfrentar o Eibar, nesta quinta-feira, e parecia prestes a roubar um ponto quando Gerard Moreno, artilheiro de La Liga com oito gols, mostrou muita categoria para empatar, aos 43 minutos do segundo tempo. No entanto, nos acréscimos, Fabián Orellana impôs um merecido castigo e garantiu a vitória dos donos da casa, por 2 a 1.

Merecido porque, ao longo da partida, o Villarreal jogou de uma maneira muito apática, às vezes parecendo que faria o gol quando quisesse, às vezes parecendo não estar muito interessado em fazê-lo. O treinador Javi Calleja decidiu poupar alguns de seus principais jogadores e demorou para mexer diante da falta de produtividade da sua equipe.

Depois de um primeiro tempo muito fraco, Kike abriu o placar ao Eibar, aos 17 minutos da etapa final, obrigando Calleja a se mexer. Entraram Moi Gómez, Gerard Moreno e Santi Cazorla, mas o Villarreal ainda não conseguiu se impor e criar o volume necessário à virada.

Apenas aos 43 minutos, o zagueiro Pau Torres descolou um lançamento rasteiro que deixou Moreno na cara do gol. O goleiro do Eibar, Marko Dmitrovic saiu para abafar, mas o espanhol de 27 anos teve muita presença de espírito para chapelá-lo com um sutil toque na bola antes de empurrá-la às redes para fazer seu oitavo gol no Campeonato Espanhol, superando Karim Benzema e Loren Morón, do Betis, que têm sete.

Apesar do pouco tempo, o Villarreal teve uma chance clara de virar, com Ekambi, e o Eibar conseguiu continuar atacando até Pablo de Blasis cruzar na medida para o baixinho Orellana aparecer entre os zagueiros e assegurar a importante vitória do clube basco, apenas sua terceira em 11 rodadas.

 

.

.

Classificações Sofascore Resultados

.