Há várias maneiras de se passar o tempo durante uma Copa do Mundo. O carteado, por exemplo, continua como uma diversão na concentração e rendeu até mesmo o apelido de “trapaceiro” a N’Golo Kanté. No entanto, a seleção francesa possui outro costume ao longo dos últimos anos: o Football Manager. Durante o Mundial de 2014, Antoine Griezmann e Paul Pogba investiam o tempo livre em seus saves. Mas nada com o nível de vício de Ousmane Dembélé, filmado várias vezes na jogatina. O desafio do ponta? Levar o nanico Winchester FC à Premier League. Nas últimas semanas, o jovem já conquistou o acesso à Championship.

O Winchester FC foi fundado em 1891 e possui como maior honraria a conquista da FA Vase – a principal copa nacional destinada a clubes semi-profissionais e amadores. Atualmente, os Citizens militam na Southern League, equivalente à sétima divisão. Dembélé afirma que criará uma “atmosfera sul-americana” no estádio e que possui “um projeto grandioso”. O sucesso do jovem como manager, aliás, gera brincadeiras. Segundo Griezmann, há um doping financeiro no save. Já Pogba apelidou Dembélé de ‘El Tráfico’, aludindo sobre as origens suspeitas das receitas “maiores do que de clubes da Premier League”.

O Winchester FC, logicamente, entrou na onda. Antes da final da Copa do Mundo, os torcedores colocaram uma foto de Dembélé no bar do clube. Já depois da final, o twitter oficial da prefeitura de Winchester parabenizou a França e convidou Dembélé para uma visita. O atacante, afinal, exaltou o clube até mesmo quando estava com a taça nas mãos. Na página da Wikipedia, o “manager” dos Citizens está sacramentado: é Ousmane Dembélé.

Abaixo, alguns vídeos da empolgação de Dembélé com o save. Destaque para o momento em que Pogba imita o companheiro jogando:


Os comentários estão desativados.