Milivoje Raicevic é um dos principais talentos que despontam no futebol montenegrino. O meio-campista de 22 anos defende o Buducnost Podgorica, um dos principais clubes do país, e ganhou destaque na última edição da liga. Contudo, a promessa viu sua carreira correr sérios riscos em agosto. Ele sofreu uma ruptura no ligamento cruzado do joelho, e o clube não tinha dinheiro para bancar o tratamento. Por sorte, Raicevic contou com a ajuda de um anjo da guarda famoso: Stevan Jovetic, grande craque da seleção local.

Jovetic nunca havia conversado com Raicevic e nem tinha amigos em comum. Além disso, o atacante da Internazionale começou a sua carreira no Mladost, justamente o arquirrival do Buducnost.  Contudo, o astro tomou conhecimento das dificuldades do jovem e resolveu ele mesmo ligar para o meio-campista, prometendo custear todas as necessidades que tivesse na recuperação. Talvez, tocado não só pela nacionalidade, mas também pelo desafio, já que sofreu contusão semelhante em 2010, quando tinha 21 anos.

“Quando descobri que o meu clube não tinha dinheiro o suficiente para me enviar à Alemanha, depois de um diagnóstico errado em Montenegro, Jovetic me ligou e ofereceu sua ajuda. Ele conseguiu que eu me consultasse com o médico que cuidou dele quando sofreu a mesma lesão, em 2010. Jovetic cobriu todos os meus custos com exames e também pagou a cirurgia, que aconteceu há alguns dias, na Sérvia. Tudo o que posso fazer é dizer muito obrigado e prometer a Stevan que voltarei na próxima temporada, marcando muitos gols para ele”, declarou Raicevic, em entrevista à Uefa.

Raicevic, que havia marcado quatro gols em seis partidas nesta temporada, segue em recuperação. Deve voltar aos gramados apenas em meados de 2016. Entretanto, terá mais motivação para fazer do Buducnost campeão e, quem sabe, chegar à seleção. Para agradecer a Jovetic com assistências e muitas comemorações.