O presidente da Internazionale, Massimo Moratti, negou que o cargo de Gian Piero Gasperini esteja em risco. O técnico é pressionado após a derrota por 1 a 0 para o Trabzonspor, na estreia na Liga dos Campeões.

Gasperini acumula três derrotas em três jogos oficiais na temporada – além do jogo desta quarta, uma pela Supercopa da Itália, contra o Milan, no Campeonato Italiano, contra o Palermo.

“Se começarmos a colocar as coisas desta maneira, então se torna impossível para o técnico e os jogadores trabalharem”, disse Moratti.

O técnico se defendeu após a derrota contra o Trabzonspor dizendo que o time jogou bem e criou chances, embora o time tenha tido poucas chances de fazer o gol.

“Eles se esforçaram muito e eu vi desempenhos importantes, mas infelizmente nós não tivemos muita sorte no nosso time”, disse o técnico após o jogo. “Contudo, eu vi uma reação furiosa da Inter. Eu vi um grupo que reaje e também nesta noite mostrou o quanto eles têm desejo de fazer bem as coisas”.

Apesar da demonstração de confiança do dirigente, já se especula que o jogo de sábado contra a Roma, pela Serie A, será decisivo para o ex-treinador do Genoa. “Uma derrota poderia fazer Moratti mudar de ideia”, estampa a Gazzetta dello Sport.