Paul Gascoigne fez uma rara aparição em um jogo de futebol beneficente, no último fim de semana, com a camisa do Newcastle, em uma partida com o objetivo de arrecadar dinheiro para a caridade, em homenagem ao ex-goleiro Pavel Srnícek, que morreu em 2015.

LEIA MAIS: O craque além da seleção: A história de Gascoigne com a camisa de quatro grandes clubes

Os aproximadamente 500 torcedores presentes no amistoso que teve lendas do Newcastle, como Peter Beardsley, Keith Gillespie e Steve Harper, não sabiam que Gascoigne apareceria para jogar bola até 90 minutos antes do apito inicial.

Há alguns meses, Gazza, que está morando em Bournemouth, no litoral sul da Inglaterra, não foi para o norte de Londres para a festa de despedida do White Hart Lane porque queria “se concentrar em ficar bem”. O ex-jogador batalha contra o vício em bebidas alcoólicas.

Por isso, infelizmente, mesmo aos 50 anos, Gascoigne já parece um veterano e contou com a boa vontade dos presentes para marcar um dos gols da goleada das lendas do Newcastle por 7 a 1. Ficou na cara do goleiro, deu três chutes no vácuo e tocou para o companheiro, que lhe devolveu a bola para colocá-la na rede.

“Eu sinto muita falta do futebol, mesmo na minha idade”, afirmou, ao Chronicle. “Veio bastante gente e eu me diverti. Isso é sempre o mais importante. Era para Pavel e para levantar dinheiro para a caridade. É bom ver alguns ex-companheiros. Estou me sentindo bem e aproveitando a vida”. Gascoigne está pensando em voltar a morar na região de Newcastle, onde cresceu e começou a sua carreira.