O ex-meia inglês Paul Gascoigne, está novamente internado para tratar dos seus problemas com alcoolismo. Levado aos Estados Unidos para passar por novo tratamento, Gazza esteve por um fio durante a noite de sábado, revela o Daily Mail. Aos 45 anos, ele não tinha condições para receber atendimento convencional, apressando a equipe médica para levá-lo à UTI.

O estado é delicado, mas Gascoigne está fora de perigo imediato. Nos últimos quatro dias, ele estava numa clínica em Tucson, Arizona. Sua viagem até os Estados Unidos foi por vontade própria, mas ao ser flagrado bebendo no bar do aeroporto de Arizona, amigos o deixaram a cuidados médicos.

Paul Spanjar, responsável por um centro de reabilitação em Dorset, na Inglaterra, revela que foi chamado ao domicílio de Gazza no dia 31 de janeiro, logo após um vídeo ter sido publicado na internet, mostrando o ex-atleta balbuciando algumas palavras sem sentido durante um evento de caridade em Northampton. Spanjar disse que encontrou o paciente em péssimo estado: “Estava sobre forte influência do álcool. Seu estado físico estava deteriorado. Parecia que ele queria mesmo morrer naquele momento”.

Nas últimas seis semanas, Gascoigne tem piorado bastante e se entregado ao vício, comenta Spanjar: “Chegamos ao ponto de toda noite ir à casa dele para conferir se estava vivo ou não”.

Preocupado, o amigo Gary Lineker, outro ex-astro da seleção inglesa, manifestou publicamente seus sentimentos por Gascoigne, em sua conta no Twitter: “Gazza está sofrendo muito, vamos torcer para que ele aguente firme”.