O jornal italiano Tuttosport divulgou, nesta quarta-feira, o vencedor do Golden Boy, prêmio concedido desde 2003 ao melhor jogador com menos de 21 anos em um clube de primeira divisão do continente. A própria publicação havia dito, quando anunciou os 20 indicados, que João Félix era o favorito e a previsão se cumpriu.

O garoto do Atlético de Madrid ficou com 332 pontos e foi colocado em primeiro lugar por 25 dos 40 jornalistas que participaram do pleito. Em segundo, apareceu Jadon Sancho (175 pontos), seguido por Kai Havertz, do Bayer Leverkusen (75). Erling Haaland, do Red Bull Salzburg, e Matthijs De Ligt, vencedor da edição do ano passado, fecham os cinco primeiros. O melhor brasileiro foi Rodrygo, em 12º. Vinícius Júnior ficou em 13º.

“Obrigado ao Tuttosport pelo Prêmio Golden Boy 2019. Estou muito orgulhoso. É a segunda vez que um jogador do Atlético de Madrid recebe este prêmio e estou feliz. Obrigado também ao Benfica, em particular ao treinador Bruno Lage por tudo que fez por mim e à minha família, que é sempre próxima. Um abraço”, comemorou Félix, por meio de um vídeo.

O outro jogador do Atlético de Madrid que ganhou o prêmio foi Sergio Agüero, em 2007. Félix também é o segundo português condecorado pelo Tuttosport. O outro foi Renato Sanches, que também se destacou no Benfica, pelo qual Félix disputou a última temporada, com direito ao título português. Ele também ajudou Portugal a conquistar a Liga das Nações e fez o Atlético desembolsar € 126 milhões para contratá-lo.

Sofreu uma lesão no final de outubro e perdeu seis partidas dos colchoneros, mas retornou com 15 minutos diante do Granada no fim de semana e mais meia hora contra a Juventus, na última terça-feira, pela Champions League.

Seu prêmio foi anunciado nesta quarta-feira em uma cerimônia na sede do Comitê Olímpico Nacional Italiano. A cerimônia de gala será em 16 de dezembro, em Turim, quando serão anunciados os vencedores de todas as categorias. Mais dois já sabemos: Gianluigi Donnarumma ficou com o prêmio de melhor jogador italiano sub-21, e Giada Greggi, da Roma, com de melhor jogadora italiana sub-21.

1 – João Félix (Benfica/Atlético de Madrid): 332 pontos
2 – Jadon Sancho (Borussia Dortmund): 175
3 – Kai Havertz (Bayer Leverkusen): 75
4 – Erling Haaland (Red Bull Salzburg): 74
5 – Matthijs de Ligt (Ajax/Juventus): 71
6 – Ansu Fati (Barcelona): 49
7 – Phil Foden (Manchester City): 46
8 – Gianluigi Donnarumma (Milan): 37
9 – Nicolò Zaniolo (Roma): 36
10 – Donyell Malen (PSV): 35
11 – Mason Mount (Chelsea): 29
12 – Rodrygo (Real Madrid): 20
13 – Vinícius Júnior (Real Madrid): 13
14 – Moise Kean (Everton): 13
15 – Andriy Lunin (Real Madrid/Valladolid): 11
16 – Dejan Joveljic (Estrela Vermelha/Eintracht Frankfurt): 9
17 – Matteo Guendouzi (Arsenal): 9
18 – Alphonso Davies (Bayern de Munique): 1

Sem votos: Lee Kang-In e Ferran Torres (ambos do Valencia)