Games

FIFA 22 apresenta melhores jogadores com Messi, Lewandowski e Cristiano Ronaldo no topo

Argentino continua com classificação 93 e ostenta o overall mais alto, assim como na edição anterior

A EA Sports anunciou a tão aguardada lista dos melhores jogadores do FIFA 22. O argentino Lionel Messi, agora no Paris Saint-Germain, continua como o jogador mais bem avaliado, com overall 93. Fecham o top 3, Robert Lewandowski e Cristiano Ronaldo, com 92 e 91 respectivamente. Neymar é o brasileiro que tem melhor avaliação, mantendo os 91 que já tinha no FIFA 21, e ocupa a sexta posição do ranking. O jogador que apresentou maior salto de classificação foi o goleiro Gianluigi Donnarumma, que foi de 85 para 89.

Lionel Messi manteve os mesmos números ofensivos que na edição anterior. Os 38 gols e 14 assistências em 47 partidas pelo Barcelona foram o bastante para convencer a EA Sports a mantê-lo no topo da franquia. Robert Lewandowski está entre os três primeiros pela primeira vez. O polonês fez 48 gols na última temporada jogando pelo Bayern e consegue o overall 92, um a mais que a sua versão ouro anterior. Cristiano Ronaldo não é um dos dois melhores pela primeira vez desde o FIFA 10. O atacante do Manchester United perdeu um ponto de classificação se comparado à última edição e agora está atrás de Messi há três edições do simulador da EA Sports. Kevin De Bruyne ocupa a quarta posição e mantém os mesmos status que na última edição. Capa do jogo pelo segundo ano consecutivo, Kylian Mbappé ganhou um ponto e agora apresenta 91 na classificação, a melhor da sua trajetória no simulador até então. O atacante francês está mais rápido do que nunca e vai infernizar defesas no Ultimate Team.

Harry Kane e N’Golo Kanté são os destaques da continuidade na lista. Ambos jogadores que atuam na Premier League ganharam dois pontos de overall em comparação à sua carta ouro no FIFA 21. Pela primeira vez, eles ostentam a classificação 90. Os outros três jogadores, Neymar, Jan Oblak e Manuel Neuer, mantiveram o nível total e tiveram leves alterações nos status, como a finalização pior do brasileiro e a melhora em posicionamento, salto e manuseio do alemão. O esloveno tem exatamente a mesma carta em comparação à última edição do simulador de futebol.

O destaque desta parte é Gianluigi Donnarumma. O goleiro contratado pelo PSG ganhou quatro pontos de overall e se posiciona como uma dos melhores da posição do jogo. Inclusive, tendo avaliação acima do concorrente de posição Keylor Navas. Salah e Van Dijk tiveram quedas, assim como o time em que atuam. Os jogadores do Liverpool perderam um ponto cada – assim como o atacante Sadio Mané que fecha a lista na posição 22. Marc-André ter Stegen e Karim Benzema mantêm a classificação em comparação ao FIFA 21, com leves melhorias na carta do francês do Real Madrid.

Joshua Kimmich e Son Heung-min tiveram suas cartas melhoradas em um e dois pontos, respectivamente. O meio-campista alemão é um caso raro de melhora tão rápida. Na edição FIFA 15, ele possuía uma carta bronze comum com classificação 63. O goleiro Alisson perdeu um ponto de overall e segue a tendência dos jogadores do Liverpool que estão no ranking. Os jogadores do Real Madrid, Thibaut Courtois e Casemiro tiveram o overall de 89 mantido, com uma leve piora no físico do brasileiro e melhora no posicionamento do belga. Ainda fecham o top 22, Éderson e Sadio Mané, ambos com classificação 89.

Vale ressaltar que essas são as versões originais dos jogadores e podem sofrer alterações de acordo com o desempenho dos atletas nas partidas reais. Os números deles são atualizados recorrentemente e podem subir ou descer. No Ultimate Team, não há o decréscimo, mas os jogadores podem receber novas cartas de acordo com o desempenho em campo ou em eventos específicos dentro do modo de jogo. Na última edição, por exemplo, Cristiano Ronaldo, Messi e Kanté finalizaram a temporada com cartas de overall 99 à disposição dos jogadores.

Mostrar mais

João Belline

Jornalista de formação, louco dos esportes por opção. Depois de muito escalar Cartola, jogar Winning Eleven, escrever escalação dos sonhos no caderno e topar o dedão na rua, falar sobre futebol virou uma necessidade. É mais um leitor que buscou espaço no time da Trivela e entende que futebol está acima do clube.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo