O vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, descartou a contratação do atacante Carlos Tevez depois que a negociação de Alexandre Pato com o Paris Saint-Germain fracassou. Segundo o dirigente, o clube rossonero não irá mais atrás do jogador do Manchester City.

Galliani viajou a Londres na quinta-feira de manhã para tratar da negociação por Tevez com o Manchester City e acreditava que o negócio estava próximo, depois dos clubes chegarem a um acordo pelo ex-jogador do Corinthians.

Com a recusa de Pato em ir para o PSG, o negócio com Tevez ficou mais difícil. Os parisienses tinham oferecido € 35 milhões, entre valor à vista e bônus. “Pato decidiu ficar, então Tevez não virá”, disse Galliani. “Os dois negócios estavam conectados, se um jogador não sai, o outro não irá chegar”, explicou ainda.

“Está tudo bem, eu lembro quando [Gianluca] Vialli disse não e nós contratamos Marco van Basten. Eu estou feliz com a declaração de Pato. Nós esperamos que [Antonio] Cassano possa ser nossa contratação”, disse ainda Galliani.

Perguntado se o Milan contratará outro atacante, o dirigente foi enfático. “Não. Nosso ataque irá continuar como está. Tudo começou com o problema de Cassano, se não fosse por isso, não teríamos feito nada”, declarou. O dirigente, então, foi questionado se queria ver Tevez com a camisa da Internazionale ou do PSG. “Eu não estou torcendo por nenhum clube. Eu sei o que está acontecendo, mas manterei isso comigo. Eu não falo sobre a Inter”.