O técnico do River Plate, Marcelo Gallardo, se mostrou muito irritado com a disputa da final da Libertadores. No próximo domingo, dia 9 de dezembro, o time enfrentará o Boca Juniors no segundo jogo da final, depois de perder o direito de jogar a final em casa por uma decisão da Conmebol. A entidade alegou falta de segurança para jogar a partida na Argentina, depois do ataque dos torcedores do River ao ônibus do Boca.

LEIA TAMBÉM: A Conmebol decretou sua falência como instituição quando anunciou a final no exterior

“Se digo o que sinto… Prefiro focar nesta semana que vem. Tiraram dos genuínos torcedores do River jogar em seu estádio e nas mesmas condições que nós jogamos em La Boca”, afirmou o treinador depois da vitória por 3 a 1 sobre o Gimnasia y Esgrima la Plata. “A única coisa sincera que este jogo vai ter é que será definido no campo. Nos prejudicaram muito, as temos forças. Este é um dos golpes mais duros e sempre voltamos juntos”.

O técnico evitava falar sobre a Conmebol, mas acabou falando, perguntado pelos repórteres. “Jogar a Copa Libertadores a 10 mil quilômetros… Algum dia vamos lembrar disso como uma vergonha total. Roubaram a torcida do River. Talvez amanhã sejam outros”, disse Gallardo.

Os repórteres perguntaram se Gallardo se arrependeu de se unir ao Boca e apoiar que a partida não fosse disputada naquele sábado, dia 24. O treinador refutou isso completamente e voltou novamente os ataques à entidade que dirige o futebol sul-americano. “A Conmebol tomou uma decisão absurda. Vamos defender os torcedores onde nos sentimos melhores e mais confortáveis, dentro do campo de jogo”, disse o treinador.

“Perdemos o fator local, rapazes… Perdemos muito. E agora temos muito para ganhar. Roubaram do torcedor uma possibilidade única. Depois há mais coisas que sinto… Mas vamos defender a eles onde nos sentimos melhor e mais confortável, no campo. Ali vamos ocupar a energia”, continuou Muñeco, que falou sobre o que fará para concentrar o time para o jogo do próximo domingo, no Santiago Bernabéu. “Boca, Boca e Boca”, respondeu o técnico.

River Plate e Boca Juniors farão um jogo realmente pouco usual no estádio Santiago Bernabéu, pela decisão da Libertadores. O primeiro jogo foi um empate por 2 a 2 na Bombonera. O jogo será às 17h30 no horário de Brasília (20h30 no horário de Madri).