O técnico do River Plate, Marcelo Gallardo, falou sobre a estreia do time no Mundial de Clubes, nos Emirados Árabes, nesta quarta-feira contra o Al Ain (18/12, 14h30, SporTV e Fox Sports). O treinador deixou claro que o sonho é o mais alto possível, mirando o título da competição. O Real Madrid deve ser o principal adversário. Comentou sobre o time dos Emirados Árabes, adversário dos argentinos.

LEIA TAMBÉM: Al Ain sobrou desta vez, atropelando o Espérance, e pinta no caminho do River Plate

“Foi bom ver a ação do rival. Vai ser uma partida dura. O Al Ain mereceu jogar esta instância. É uma equipe com entusiasmo, que ataca bem, vamos ter a máxima concentração para não sofrer e fazer o nosso próprio jogo”, afirmou o treinador. “Nosso sonho é jogar a final e ganha-la”, continuou Gallardo. “Primeiro, quando falo de privilégio, claramente a sensação é que é assim, jogar este tipo de competição se dá quando você ganha um título que conta muitíssimo no nosso continente, jogar duas vezes o Mundial de Clubes nos últimos quatro anos, que se coloque o River como instituição nos primeiros planos mundiais… É uma sensação linda”, afirmou o jogador.

“Estamos fazendo um esforço enorme, nos mantendo. O mais difícil é terminar os ciclos, começar de novo, sempre com a mesma intenção de ganhar, de justificar o que somos, uma instituição com muito desejo de seguir adiante. Em 2015 havíamos ganhado o direito de jogar este torneio na metade do ano e tivemos que esperar seis meses para disputar este torneio. E nos pegou em um outro momento. Desta vez, viemos de Conquistar a Libertadores e estamos por jogar esta Copa com o mesmo elenco, a mesma equipe, com a sensação de ter ganhado algo muito importante. É uma postura distinta e vem muito bem porque estamos com uma boa energia”, disse o técnico.

O treinador do River foi perguntado sobre como fazer o time se concentrar para o jogo com o Al Ain, depois da conquista da Libertadores diante do Boca Juniors, naquela que é a maior conquista da história do clube. “É uma questão de saber colocar as coisas no lugar, este grupo sabe fazer. São jogadores que têm claro que, além de ganhar um título importante, para o torcedor do River foi uma das coisas mais importantes do clube, isso tem que jogar positivamente”, afirmou o treinador.

“Os primeiros dias foram de alegria, euforia, festejos e uma vez que pisamos neste território, temos que focar no que vem, que é outra competição. Se nos deixamos levar por esta euforia, podemos passar mal porque é um rival perigoso, não acredito que vamos sofrer nesse sentido”, analisou o treinador. “Conhecendo estes jogadores, sei que vão fazer todo o possível para ganhar. A mensagem foi em Madri. E nós ainda não havíamos chegado aqui”.

NA TV
River Plate x Al Ain
Quarta (18), 14h30 – SporTV, Fox Sports