A Inglaterra é um dos países onde os torcedores mais manifestam a sua paixão pelo futebol. Uma pesquisa realizada para esse dia 10 de agosto, chamado de dia do futebol no país, mostra que o fanatismo dos ingleses é algo que vai além de tratar o futebol como um esporte. O dia é uma homenagem ao técnico Bobby Robson, que recebeu o título de Sir pelo que representou. Trabalhou em diversos clubes do mundo, na Inglaterra e fora dela, e marcou época. trabalhou, por exemplo, no Barcelona, no Porto e no PSV, além de ter sido técnico do Ipswich Town por 13 anos e ter levado a Inglaterra ao seu melhor resultado em Copas do Mundo desde a conquista de 1966: a semifinal da Copa de 1990, na Itália.

Futebol uma parte fundamental da vida de muitos ingleses. E uma pesquisa divulgada pela Football Association mostra isso. Veja os números:

Futebol na cabeça

– Mais de 50% dos entrevistados pensam em futebol pelo menos uma vez por minuto. E, na mesma proporção, pensam mais na bola do que no próprio trabalho;

– 52% pensam mais em futebol do que em comida;

Futebol e comportamento

– 91% podem perder um casamento os uma festa de aniversário, mas jamais os jogos de seus times;

– 94% fazem um planejamento anual com base no calendário da temporada;

– 89% tiram férias apenas quando não há jogos de seus clubes;

Futebol toda hora

– 59% recebem atualizações e notícias sobre futebol no celular ou via e-mail;

– 19% admitem checar notícias de futebol a cada minuto;

– 66% dizem que o futebol é o assunto principal de qualquer conversa numa segunda-feira. E, na mesma proporção, os entrevistados revelam que fofocas sobre os atletas e o esporte são o melhor tipo de “conversa fiada”;

– 65% comentam as grandes notícias sobre futebol com amigos imediatamente;

Como ficar sem futebol?

– 53% afirmam que o início da temporada é o evento mais importante do calendário. Para 50%, este é o momento de maior felicidade no ano; para 53%, o de maior otimismo. E 57% experimentam sintomas de “abstinência” durante a espera;

– Para 52%, as notícias sobre o vai e vem de jogadores são as únicas fontes de prazer durante a pré-temporada;

– 41% afirmam que, para aplacar a saudade do campeonato, jogam futebol society;

Futebol e relacionamentos

– 61% revelam que o futebol oferece-lhes uma forte rede social, com amizades mais próximas (58%) e duradouras (61%);

– Para 68%, o futebol é um integrador de personalidades. E 65% acreditam que o esporte instala um senso de comunidade e pertencimento nas pessoas.

Não há uma pesquisa assim no Brasil, mas sabemos que para quem gosta mesmo de futebol, a relação é essa mesmo. Futebol é muito, muito mais do que apenas um jogo, um esporte. Futebol é uma manifestação cultural, política, até religiosa e étnica, algumas vezes. É uma vida.

[Via Futebol Marketing]