Rembrandt Harmenszoon van Rijn continua celebrado mundialmente, mesmo quase 350 anos depois de sua morte. O pintor holandês é considerado um dos nomes mais proeminentes da história da arte e um símbolo cultural gigantesco em seu país. Por isso mesmo, a data especial acabará homenageada pela própria Eredivisie. Na próxima temporada, a liga usará uma bola com referências à obra de Rembrandt.

A ‘Rembrandtbal’ celebra o ano dedicado ao mestre, com gravuras do próprio artista decorando os seus gomos. A peça foi elaborada pelo Rijksmuseum, que reúne alguns dos principais trabalhos de pintores holandeses. “Rembrandt foi um artista, como os melhores jogadores do Campeonato Holandês. Criatividade excepcional é necessária no campo de futebol e nos quadros para se tornar o melhor”, apontou Taco Dibbits, diretor do museu.

Já a apresentação da bola ficou sob a incumbência de Willem van Hanegem, lenda do Feyenoord e da Laranja Mecânica de Rinus Michels. O antigo meio-campista, que completou 75 anos em fevereiro, pode ser considerado o maior artista do futebol holandês ainda vivo. “Rembrandt e ‘De Kromme’ são dois mestres que fazem aniversário neste ano. Em nome do Rijksmuseum e da Eredivisie, queríamos dar a primeira Rembrandtbal a Van Hanegem, como um presente por seus 75 anos”, declarou Alex Tielbeke, presidente da liga. A bola será utilizada pela primeira vez no fim de abril, na penúltima rodada do Campeonato Holandês. Além disso, permanecerá em jogo durante toda a temporada seguinte da competição.