O futuro do Barcelona se torna mais promissor com a contratação de Frenkie de Jong. O talentoso meio-campista do Ajax parecia a um passo do Paris Saint-Germain, mas acabou optando pelos blaugranas. E revelou como os jogadores holandeses que passaram pelo Camp Nou influenciaram a sua decisão. O prodígio conversou com diferentes veteranos, bem como com Jasper Cillessen, para saber um pouco mais sobre os culés. Acabaram tendo um peso enorme em sua escolha, para se juntar ao clube a partir da próxima temporada. Nesta semana, os canais oficiais do Barça divulgaram a primeira grande entrevista do novato. Abaixo, destacamos os principais trechos:

A assinatura com o clube

“Foi muito emocionante assinar com o Barcelona. Estava comovido e, quando tomei a decisão, comemorei com minha família. O presidente me contou tudo sobre o Barcelona e as vantagens de jogar aqui. Isso me ajudou muito, porque sempre admirei o Barcelona. Desde pequeno sempre quis jogar aqui. Gosto dos jogadores, do estilo. O Barcelona é a equipe dos meus sonhos. Quero me tornar um jogador importante e ganhar muitos títulos com o clube”

Os holandeses blaugranas

“Conheço quase todos os holandeses que jogaram no Barcelona. Sei que há uma conexão forte, graças a Cruyff. Ele era o futebol em estado puro, mudou o esporte com seu futebol total. Quando o Barcelona mostrou interesse real por mim, falei com Overmars. Perguntei sobre a cidade e ele me disse que é incrível. Viveu aqui por três ou quatro anos e me disse que, se eu tinha uma oportunidade, precisava aproveitar. Também liguei para Koeman na noite antes de assinar e ele estava muito contente. Conversei ainda com Cillessen. Ele me fazia perguntas, enquanto eu procurava saber sobre o clube e a cidade. Ele sempre me respondia com mensagens positivas. Disse que o nível dos treinamentos é muito alto. Também falou que por aqui eu crescerei mais rápido como jogador e isso facilitou minha decisão”

O estilo de jogo

“O estilo do Barcelona e o do Ajax são similares. Ambos querem jogar um bom futebol, ter muita posse. Se eu tenho o estilo do Barça? Preciso ver quando chegar. Não gosto de falar sobre mim. Acredito que sou um jogador que deseja ter sempre a bola. Tenho muito o que melhorar: marcar mais gols, dar mais assistências, defender melhor, ser um pouco mais forte, desenvolver minha perna esquerda… Muitas Coisas. Creio que posso jogar em qualquer posição no meio-campo. Veremos em qual eu me encaixarei mais”

Messi

“Estou sonhando em jogar com Messi. Acredito que é o melhor de todos os tempos. É um jogador difícil de descrever, o mais completo. Pode fazer o que quer, com a bola ou sem ela. Cria muitas ocasiões, tem uma canhota incrível. É muito inteligente. Está em outro nível”

Camp Nou

“Fui ao Camp Nou quando era pequeno e estava de férias na Espanha. Fiz o tour pelo estádio quando tinha uns seis anos. Foi meu primeiro contato com o Barcelona. Há três anos, também estive por lá com minha namorada. Meu empresário conseguiu ótimas entradas, aproveitei muito a partida. O Barça ganhou do Betis por 4 a 0 e jogamos muito bem. Estavam em campo Messi, Neymar e todas as estrelas”

La Liga

“Creio que o nível da Liga é muito alto. Muita gente acredita que a Premier League é a mais forte, mas eu questiono. O nível técnico dos jogadores no Espanhol é superior. A Premier é muito intensa, mas La Liga é muito forte. Quando posso, vejo as partidas. Às vezes jogamos no mesmo horário e não é possível acompanhar. Mas quando tempo tempo, vejo quase todos os jogos”