FrançaLigue 1

No primeiro jogo em casa desde os atentados, o PSG representou o grito de união dos parisienses

Paris tenta retomar a sua rotina depois dos atentados que deixaram 130 mortos na capital francesa. Neste sábado, a cidade recebeu o primeiro jogo de elite desde o dia de terror, em seu mais tradicional palco. E o Parc des Princes, mais do que a casa do Paris Saint-Germain, se transformou em um coração pulsante do amor pela Cidade Luz. As cores francesas tomaram as arquibancadas, em espetáculo que começou antes mesmo do jogo. Festa complementada pela goleada do PSG, que enfiou 4 a 1 sobre o Troyes e disparou ainda mais na liderança da Ligue 1, abrindo 16 pontos de vantagem em apenas 15 rodadas.

VEJA TAMBÉM: A cobertura completa da Trivela sobre os atentados em Paris

Durante a entrada dos times em campo, uma enorme bandeira da França tomou o gramado de área a área, enquanto uma banda executava “Cidade das Luzes”, o hino de Paris. Já nas arquibancadas, os torcedores gritavam o nome da cidade a plenos pulmões, enquanto também pintavam os diferentes setores com as cores nacionais. Além disso, o telão mostrava imagens de condolências às vítimas, enquanto os jogadores carregavam a faixa “Todos nós somos Paris”. Uma manifestação de união genuinamente parisiense, depois de todo o medo vivido.

Quando a bola rolou, o PSG não deixou dúvidas sobre o favoritismo. Aos 20 minutos, Cavani aproveitou o lançamento de Di María para completar de primeira, abrindo o placar. Já na segunda etapa, formou-se a goleada. Ibrahimovic deixou o seu cobrando pênalti. Kurzawa fez o terceiro matando no peito e batendo bonito. E o quarto veio dos pés do novato Jean-Kévin Augustin, de 18 anos, com uma colaboração enorme do goleiro Bernardoni. Por fim, nos acréscimos, Ayasse fez do gol de honra do Troyes o mais bonito da noite, em chutaço de fora da área, encobrindo Kevin Trapp.

E, mesmo com a goleada consumada, a torcida do Paris Saint-Germain não deixou de fazer da ocasião uma manifestação de solidariedade. Juntos, gritavam a frase “Ici c’est Paris” (Aqui é Paris), lema do clube que ganha um significado além em meio ao contexto. O PSG é o destacadamente o grande representante do futebol parisiense. Neste momento, tem a força e a responsabilidade de unir a cidade através do futebol, assim como de representar o seu grito ao resto do mundo.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo