Surgiu como um rumor, que ganhou força quando a pré-venda apareceu indisponível. Agora, está confirmado: Football Manager 2017 não será vendido no Brasil. Confirmamos a informação com a Sports Interactive, produtora do jogo, e com a SEGA, distribuidora. O motivo dado por ambas é problemas de licenciamento. O lançamento do game será no dia 4 de novembro.

LEIA TAMBÉM: Documento histórico dos games: A carta em que a EA Sports rejeita o Football Manager

Football Manager já enfrentou problemas na edição 2016, quando teve que trocar o nome de alguns clubes, como o Flamengo, que virou Flemish e perdeu as suas cores originais. Aconteceu com outros clubes também. Já havia uma questão de licenciamento envolvido que poderia complicar a situação do jogo no país. Para a versão 2017, SI e SEGA resolveram não correr o risco e decidiram não vender o jogo no Brasil.

“Infelizmente não podemos distribuir o jogo nessa região neste momento”, nos informou a Sports Interactive. Como quem cuida da distribuição do game é a SEGA, conversamos com os representantes da sede europeia da empresa sobre o assunto. “Por razões de licenciamento, nós estamos atualmente incapazes de vender Football Manager no Brasil”, diz a resposta da SEGA.

Desde a edição Football Manager 2013, lançada em 2012, o usuário pode comprar oficialmente o jogo no Brasil através de distribuidores como o Steam. O sucesso foi tanto que na versão Football Manager 2014 o jogo passou a incluir o português brasileiro como uma das línguas disponíveis – antes, só o português de Portugal aparecia.

O diretor de Football Manager, Miles Jacobson, falou em entrevista exclusiva para a Trivela sobre o jogo ter uma versão brasileira em 2013. Com a informação que o jogo não será mais vendido no Brasil por questões de licença, é possível que a liga brasileira não apareça mais no jogo. Essa informação ainda não foi confirmada pela SI.

O fato é que não teremos como comprar o jogo estando no Brasil. No Steam, o jogo nem aparece nas buscas se você estiver logado com uma conta brasileira. Mesmo com o link direto, a mensagem que aparece é que “o jogo está atualmente indisponível na sua região”.

É possível mudar o país na sua conta, mas para fazer as compras, será preciso um cartão de crédito do país que você escolher. Caso contrário, a compra não é aprovada. Por exemplo, se você muda o seu país para Estados Unidos e compra usando um cartão de crédito internacional com endereço de cobrança no Brasil, a venda não é autorizada.

Para quem gosta de Football Manager, é uma péssima notícia. Evidencia mais uma vez um problema que tanto Konami com o seu PES quanto a EA Sports com o seu Fifa enfrentam a cada nova edição de seus games: o licenciamento no Brasil.

Aqui, não há negociação coletiva. Ao contrário de países como a Argentina, onde os direitos dos clubes é negociado direto com a AFA e dos jogadores direto com o sindicato do país, por aqui não há nenhuma centralização. Cada clube precisa ser consultado individualmente e o mesmo se repete com os jogadores.

Isso já fez a liga brasileira ficar fora do Fifa 2015, já que a EA Sports foi ameaçada por alguns clubes e jogadores de ser processado por uso indevido de direito de imagem. Com o episódio que a Sports Interactive teve que enfrentar em 2015, é possível que o mesmo tipo de ameaça tenha sido feita em relação ao Football Manager e a empresa, que não tem escritório no Brasil, decidiu então não ter esse problema.

A negociação coletiva de direitos de imagem é uma das vantagens de ter uma liga, como acontece nos principais países da Europa. A produtora só precisa negociar com a Premier League e com a Football League para ter os clubes das quatro primeiras divisões inglesas. A associação dos jogadores negocia os direitos de imagem, coletivamente, de todos os jogadores. Recebe por isso e distribui o dinheiro.

Por aqui, nem o sindicato de jogadores negocia os direitos de imagem dos jogadores, nem há uma liga para negociar os direitos dos clubes. A CBF também não se responsabiliza por centralizar essa negociação. Assim, é possível que não tenhamos mais a venda oficial do Football Manager no Brasil, ao menos por algum tempo, enquanto o problema não for resolvido. Enquanto isso, só quem for ao exterior poderá comprar o jogo em uma embalagem como a que você abaixo:

EDIÇÃO, 16h26: Os problemas de licenciamento do jogo podem ir além de apenas licenças para colocar os times e jogadores que atuam no Brasil. Há discussões sobre problemas de licenciamento do jogo no Brasil, mas isso ainda são rumores e as empresas não confirmaram que isso é, de fato, um problema. Tudo que sabemos até agora é que há um problema de licenciamento de clubes e jogadores brasileiros. Voltamos a lembrar que os problemas legais, porém, podem e provavelmente vão além disso.

Capa FM 2017

Chamada Trivela FC 640X63