A terceira rodada do Campeonato Francês contou com uma partida isolada nesta terça-feira. E, depois de duas vitórias empolgantes nos compromissos iniciais, o Lyon viu que nem tudo são flores neste início de novo ciclo, sob as ordens de Sylvinho e a direção de Juninho Pernambucano. Os Gones visitaram o Stade de la Mosson e perderam a invencibilidade, derrotados pelo Montpellier por 1 a 0. Não foi qualquer gol, porém, que permitiu o triunfo dos anfitriões. Foi um petardo, daqueles para assistir em looping.

O lance decisivo aconteceu aos 42 do primeiro tempo. A defesa afastou parcialmente uma cobrança de escanteio do Montpellier e até parecia que o lance estava morto. Arnaud Souquet fez questão de reavivá-lo, ao pegar a bola na veia de fora da área. Foi um míssil teleguiado, que impressiona pela trajetória em linha reta do projétil, diretamente à gaveta do goleiro Anthony Lopes, que só assistiu. Golaço. O Lyon, que já tinha visto os anfitriões perderem um pênalti no primeiro tempo, até era mais agressivo. Contudo, a expulsão de Youssouf Kone logo no início da segunda etapa complicou a missão e os visitantes não tiveram gás suficiente até o fim.

O resultado deixa o Rennes na liderança isolada da Ligue 1. É o único time que venceu as três primeiras rodadas. Apenas o Nice poderá igualar a pontuação, em outra partida que acontece nesta quarta-feira. O Lyon momentaneamente ocupa a vice-liderança, com seis pontos, igualado a Paris Saint-Germain e Angers. Já o Montpellier se recupera e chega aos quatro pontos.