O Liverpool sofreu um bocado no Villa Park nesta 11ª rodada da Premier League. Saiu perdendo do Aston Villa e não conseguia vencer a defesa adversária, em uma ótima partida do time mandante. Apesar de todas as dificuldades, o Liverpool conseguiu uma virada com muito drama, com gols no final do jogo – um deles já aos 49 minutos. O placar de 2 a 1 mantém o time de Jürgen Klopp com uma campanha fantástica neste início de temporada, com 10 vitórias e um empate.

O bom time do Aston Villa, comandado pelo técnico Dean Smith, dificultou as coisas para o líder da Premier League desde o início. O jogo teve um certo equilíbrio até os 21 minutos do primeiro tempo. Em cobrança de falta pela esquerda de John McGinn, Mahmoud Trezeguet chegou de trás da defesa para finalizar de primeira e marcar 1 a 0, vencendo o goleiro brasileiro Alisson.

A partir daí, como esperado, o Villa acabou empurrado para trás pelo Liverpool, que passou a ficar muito mais no campo de ataque. Aos 27 minutos, Firmino completou cruzamento de Sadio Mané e empatou o jogo. Ou achou que empatou. O lance foi revisado pelo VAR e, depois de uma análise que precisou ser milimétrica, constatou-se o impedimento do brasileiro por pouquíssimo: um pedaço do seu ombro estava à frente. O Liverpool seguiu com o zero no seu lado do placar.

Foi uma pressão total do Liverpool no segundo tempo. O time chegava muito ao ataque pelos lados do campo, o tempo todo acionando seus laterais, Trent Alexander-Arnold e Andrew Robertson. Os atacantes também caíam pelo lado do campo para buscar o jogo e tentar abrir a defesa do Villa. O time da casa se defendia ferozmente, mas não só isso: o Liverpool não dava chance de recuperação. Qualquer momento que o Villa tinha a bola, era intensamente pressionado e não conseguia dar sequência nos lances.

Aos 42 minutos, veio uma inversão de papéis: Mané, na ponta direita, puxou para dentro e cruzou, de pé esquerdo, para a segunda trave. Andrew Robertson, normalmente no lado de quem faz o passe, chegou como uma bala para cabecear e igualar o placar em 1 a 1. Um empate que já seria comemorado pela circunstância do jogo.

Só que o Liverpool ainda conseguiu ir além. Aos 49 minutos, em um escanteio cobrado por Alexander-Arnold, o atacante Mané se movimentou bem, antecipou-se à marcação e tocou de leve de cabeça para marcar um gol crucial na disputa: 2 a 1. E, àquela altura, o gol da vitória dos Reds, que seguem sua caminhada fantástica na Premier League.

Standings provided by Sofascore LiveScore