O Liverpool manteve o seu ritmo alucinante neste início de Premier League com mais uma vitória, desta vez sobre o Crystal Palace, fora de casa, por 2 a 1. Só que o jogo deste sábado foi muito, mas muito sofrido para os comandados por Jürgen Klopp. Vencia por 1 a 0 até os 37 minutos, sofreu o gol de empate e arrancou o gol da vitória aos 40, em um bate rebate danado. A atuação passou longe de ser boa e o time pareceu que ia perder pontos na rodada. Conseguiu salvar a vitória e manter a enorme vantagem na ponta da tabela.

O técnico Jürgen Klopp deixou Mohamed Salah no banco depois da data Fifa. O seu substituto foi Alex Oxlade-Chamberlain, que não correspondeu. Foi a única baixa do time na escalação inicial. Do outro lado, o experiente técnico Roy Hodgson armou o time com um 4-5-1, com dois pontas muito rápidos e mantendo Jordan Ayew no ataque.

O jogo era difícil e o Crystal Palace conseguiu um gol aos 42 minutos. Luka Milivojevic cobrou falta para dentro da área, houve um desvio na primeira trave e a bola sobrou limpa para o zagueiro James Tomkins: 1 a 0. Só que o lance foi revisado pelo VAR e foi marcada falta em cima de Robertson. O gol foi anulado. O jogo seguia 0 a 0.

No início do segundo tempo, o Liverpool conseguiu o seu gol, de maneira sofrida, com Sadio Mané. O atacante fez a jogada da esquerda para o meio, finalizou e a bola incrivelmente bateu nas duas traves antes de entrar. O lateral Patrick van Aanholt até tentou tirar, mas a bola já tinha entrado: 1 a 0.

Veio então o empate do Crystal Palace. Zaha puxou contra-ataque, tocou para Benteke, que encontrou Andros Townsend. O camisa 10 passou para Zaha com inteligência, surpreendendo a defesa, e Zaha foi habilidoso para tirar a marcação com o corpo e finalizar cruzado, sem chance para Alisson: 1 a 1.

Um gol que parecia que deixaria o jogo empatado. Porque Firmino já tinha perdido uma chance clara antes do gol de empate e o Liverpool sentia dificuldades para criar mais diante da forte defesa do Palace. Só que veio o gol e de forma bastante chorada. Pouco depois do empate, aos 40, Trent Alexander-Arnold cobrou escanteio pela esquerda, a bola pipocou dentro da área e sobrou para Firmino finalizar e marcar: 2 a 1 para os Reds.

Classificações Sofascore Resultados