Alguns grandes jogadores do futebol brasileiro já viraram enredo de escola de samba. Nilton Santos, Ronaldo Fenômeno e Bebeto fazem parte do seleto grupo de craques homenageados na avenida. E, neste sábado, a Sapucaí ganhou uma rainha durante o desfile da divisão de acesso do Carnaval do Rio de Janeiro: a vida de Marta foi recontada pela Inocentes de Belford Roxo. A lenda estava presente em um dos carros alegóricos, sem esconder sua emoção ao som do samba-enredo “Marta do Brasil – Chorar no começo para sorrir no fim”.

As diferentes alas relembraram a trajetória de Marta. O desfile começou com referências à sua infância em Alagoas e à cultura do Nordeste. Depois, também foram exaltadas as passagens pelo Vasco, pela Suécia e pelos Estados Unidos, além da história construída na seleção brasileira. A Inocentes de Belford Roxo dedicou uma atenção especial aos prêmios e ao reconhecimento dado à Rainha ao redor do mundo. E não se esqueceu das próprias lutas da jogadora, discutindo também a igualdade de gênero.

Segundo Marta, ela não parou de chorar quando ouviu o samba-enredo pela primeira vez. A craque colaborou com o próprio trabalho do carnavalesco Jorge Caribé. E, após o desfile deste sábado, continuava bastante tocada por tudo o que viveu na avenida: “Eu estou emocionada até agora, me segurei várias vezes para não chorar, para não estragar a maquiagem… Foi algo surreal. Maravilhoso, lindo, lindo. Eu cantei do começo ao fim”, contou a camisa 10, em entrevista à reportagem da TV Globo.

Poucas manifestações culturais são tão brasileiras quanto o carnaval e o futebol. A tabelinha entre os dois, quando acontece, consegue apresentar muito do que é o país. E a noite mágica da Inocentes de Belford Roxo é daquelas que arrepiam, ainda mais por exaltar uma gigante como Marta. Inigualável nos gramados e mulher forte além deles, a Rainha merece.

Abaixo, uma coleção de imagens, com a excelente cobertura realizada pelo Jogadelas no Twitter. Vale conferir mais na própria conta da página.