Quem jogou Football Manager inevitavelmente passou pela situação um pouco constrangedora de gritar com a tela do computador porque o seu atacante ou ponta não tomou a melhor decisão e desperdiçou uma jogada promissora. De certa forma, passada a frustração inicial, conseguimos entender que se trata de uma simulação que se aproxima muito do futebol jogado na vida real, mas ainda é apenas uma inteligência artificial. Pois bem: no FM 2020, ela estará mais esperta.

É o que promete a Sports Interactive. Em mais um anúncio de novidades no aquecimento para o lançamento do jogo, em 19 de novembro, a empresa contou que sua equipe analisou centenas de partidas e consultou seus contatos para afinar os movimentos ofensivos e “assegurar que o FM 2020 replique precisamente a variedade de jogadas ofensivas que vemos todas as semanas”.

Os atacantes farão corridas mais inteligentes sem a bola, dependendo do contexto e da função que for escolhida para eles. Um avançado recuado, por exemplo, voltará para receber a bola, mas, se a intermediária estiver congestionada, ele buscará o espaço mais promissor. Dependendo do adversário, seus jogadores podem encostar no portador da bola para ajudar a sair da pressão da marcação ou recuar ao meio-campo para criar superioridade contra equipes fechadas.

Haverá até ocasiões em que o atacante está impedido, mas retorna à posição legal antes de receber a bola e os pontas, particularmente se estiverem como extremos invertidos, farão mais corridas em diagonal para receber a bola. Na hora de definir a jogada, ainda de acordo com a promessa da SI, tomarão decisões melhores, buscando o pé mais forte ou abrindo um ângulo melhor antes de chutar ou cruzar. Evidentemente, tudo isso dependerá das suas táticas e do encaixe com a estratégia do oponente.

E claro que, se o ataque está mais esperto, a defesa também tem que estar. Todo o código de marcação foi reescrito, segundo a Sports Interactive. Os defensores ficarão mais espertos para apertar a marcação ao atacante adversário, atacar a bola ou acompanhar um jogador que se mexe sem ela. Estarão mais adaptados a identificar ameaças e lerão o jogo melhor. Isso ficará particularmente mais visível em situações de contra-ataque, nas quais poderão fazer até mesmo uma falta tática para interromper a jogada.

Os goleiros também passaram por uma revolução. As animações foram melhoradas para eles “reagirem de forma mais realística à ação que está acontecendo em torno deles”. Eles agora espalmarão a bola de uma maneira mais natural, em vez de para o meio da área e se posicionarão melhor para ajustar o ângulo mediante a situação que estiverem enfrentando, especialmente em cobranças de falta.

A reposição de bola também foi melhorada. Os goleiros tomarão decisões mais inteligentes na hora de distribuir e foi introduzida a nova regra que permite aos defensores ficarem dentro da área em tiros de meta. As novas animações não se restringem aos goleiros, mas a todos os jogadores “particularmente quando eles estiverem controlando a bola ou driblando”.

Uma outra novidade durante a partida é uma melhora nos melhores momentos apenas em texto, fornecendo mais contexto e informações para o treinador ajustar as suas táticas durante a partida. Será divulgado um vídeo com o novo match engine do FM 2020 antes do lançamento.

Chega logo, lançamento.