Um bom resultado, uma exibição abaixo das expectativas. Assim pode ser definida a vitória do Fluminense por 1 a 0 sobre o Arsenal nesta terça-feira, no Engenhão.

O jogo foi válido pelo Grupo 4 da Copa Libertadores. A chave ainda conta com Boca Juniors e Zamora, da Venezuela, que se enfrentam na próxima terça-feira no complemento da primeira rodada.

O jogo mal começou e o Fluminense já estava em vantagem. Fred, com um chute forte no canto direito, abriu o placar logo aos dois minutos. Nos instantes seguintes, o time tricolor deu a impressão de que faria outro, mas não conseguiu, e o Arsenal equilibrou a partida.

O time argentino foi prejudicado pela arbitragem aos 18 minutos, quando Emilio Zelaya recebeu bola em condição legal, mas o assistente marcou impedimento. O Fluminense ainda perdeu um gol com Fred, aos 29, e o Arsenal desperdiçou uma chance claríssima aos 35 com Luciano Leguizamón, que foi lançado e, cara a cara com Diego Cavalieri, chutou para boa defesa do goleiro brasileiro. No fim, os argentinos terminaram o primeiro tempo atacando mais.

Logo no início da segunda etapa, o Arsenal assustou novamente com Leguizamón cobrando falta que passou perto. O time argentino seguiu pressionando com força e assustando muito nas jogadas aéreas. O Flu, por sua vez se limitaa a se defender e pouco ameaçava.

O jogo aos poucos foi esfriando até que, aos 30 minutos, Wagner e Nicolás Aguirre, meia do Arsenal, foram expulsos em uma confusão no meio-campo. O Arsenal só voltou a pressionar no fim, com a expulsão tola de Leandro Eusébio, que agrediu Jorge Córdoba com um chute no rosto, mas o Flu conseguiu segurar o resultado.