Foram muitos votos e demoramos um pouco para contá-los. Afinal, é o melhor e maior prêmio de futebol do mundo (nosso filho é sempre o mais bonito). Mas depois de processar as milhões e milhões de cédulas que recebemos, finalmente chegamos aos vencedores do primeiro Prêmio Trivela, o troféu que homenageia as melhores conversas da temporada do futebol brasileiro.

LEIA TAMBÉM:
– A nossa retrospectiva só poderia começar de uma forma: com a Copa das Copas
– Hora de lembrar os melhores Temas da Semana que fizemos em 2014
– 25 grandes histórias em que o futebol garantiu o sorriso de uma criança

Ao longo de todo o ano passado, batemos esses papos com você, com nossos artigos, reportagens e colunas, pelo site, no Twitter ou no Facebook. Nada mais justo que sentássemos todos em uma mesa para decidirmos quais foram os melhores jogos, dribles e camisas de 2014. E vocês não nos deixaram esperando. Gostaríamos de agradecer a espetacular participação de todos os nossos leitores no processo eleitoral, da votação à interação nas redes sociais.

É amanhã! Anota no seu calendário: 4 de fevereiro de 2015, quarta-feira, é o dia de conhecer os primeiros vencedores do Prêmio Trivela. Esperamos que os primeiros de muitos.

Vamos lembrar as 10 categorias?

Melhor jogo do ano: aquela partida da qual vamos nos lembrar até a hora de morrer.

Maior surpresa do ano: aquele time que mais surpreendeu, que causou inúmeros “não acredito” por aí.

Melhor virada do ano: aquele jogo que redefiniu a expressão “quem ri por último ri melhor”.

Melhor ação de uma torcida: As ações de torcida que nos emocionaram e merecem a menção.

Melhor momento “futebol é mais que um esporte”: tudo aquilo que serve para dizer àquele seu primo cético que futebol é muito mais do que 22 marmanjos disputando uma bola no gramado. Este será um prêmio honorário, não aberto a votação, e será revelado no dia 28.

Drible mais desconcertante: qual a ginga boleira mais espetacular do ano que passou?

Camisa mais bonita: aquela camisa que dá gosto de ver (mesmo que só para nós mesmos por não ser a do nosso time).

Melhor participação em redes sociais: quem melhor dominou a arte das redes sociais?

Melhor declaração boleira: aqui entram aquelas frases imortalizadas por jogadores ou dirigentes e que ecoarão pela eternidade (sim, não esqueceremos).

Melhor técnico: aqui nós premiamos aquele que foi o melhor treinador do ano no Brasil. Simples assim.

Gol mais bonito: Não poderíamos deixar de criar uma lista de golaços, né?