Mario Balotelli está de cada nova na França. O atacante, de 28 anos, estava no Nice e assinou contrato apenas até o final da temporada. O ex-jogador de Internazionale, Manchester City, Milan e Liverpool era especulado no time de Marselha no início da temporada, mas os clubes não chegaram a um acordo sobre o valor da transferência. Seis meses depois, ele é contratado de graça pelo Olympique de Marseille, liberado pelo Nice.

LEIA TAMBÉM: Vieira diz que às vezes tem que se segurar para não perder a paciência com Balotelli

O jogador terá 17 jogos para mostrar a que veio no time do estádio Velodrome, com um salário de cerca de quase € 3 milhões por esses cinco meses, segundo informação da Sky Italia. O jogador vestirá a camisa 9 no novo clube, dirigido pelo ex-técnico da Roma, Rudi Garcia. Balotelli queria se transferir para o clube antes do início da temporada e ficou frustrado com o negócio ter falhado.

Balotelli não tinha se apresentado ao Nice no início da pré-temporada, o que causou especulações sobre o seu futuro. Depois de se reapresentar, o jogador não conseguiu voltar à boa fase técnica. Foram 10 jogos disputados, sem nenhum gol. As atuações e o comportamento de Balotelli geraram atritos no Nice. O técnico, o ex-jogador Patrick Vieira, chegou a dizer que precisava se controlar para não perder a paciência com ele.

“Eu estou ansioso para jogar pelo Marseille”, afirmou Balotelli ao ser apresentado. “O OM é um grande clube e seus torcedores são muito apaixonados. Eu estava esperando vir para cá”, continuou o atacante. “Eu mal posso esperar marcar meu primeiro gol, mas o mais importante é o time. Meu objetivo é marcar muitos gols e dar assistências aos meus companheiros. Eu espero que os torcedores nos apoiem nesta sexta. O time e eu faremos o máximo’.

O técnico Rudi Garcia, porém, não acredita que Balotelli estará pronto para estrear na sexta-feira, quando o Olympique de Marseille jogará contra o Lille. “Ele não jogou por um mês e não treinou por um mês, é impossível vê-lo começar o jogo na sexta, ainda que ele já esteja disponível para jogar”, afirmou Garcia. “Nós iremos esperar para ver quanto tempo será preciso para que ele esteja 100% pronto”.

O Nice publicou uma carta de despedida do jogador do clube, com o título “O fim de uma bonita história”. Foram 76 jogos e 43 gols marcados com a camisa do Nice. O atacante voltou a ser convocado para a seleção italiana após a Copa do Mundo, quando o técnico Roberto Mancini assumiu o comando da Azzurra. Foi deixado de lado na última convocação, depois de não convencer com a camisa da seleção e de seguir mal pelo seu clube.

No Marseille, Balotelli terá pouco tempo para provar que tem condições de atuar em um bom nível e ajudar o time a buscar uma vaga na fase preliminar da Champions League. O OM é atualmente o terceiro colocado, posição que dá ao clube a vaga na preliminar da Champions League. Como seu contrato é apenas até o fim da temporada, em junho, o atacante precisa mostrar nos 17 jogos que terá pela frente com a nova camisa que pode ser o que se espera dele.