A maioria dos clubes terá uma pausa a partir da próxima semana, quando acontece a decisiva Data Fifa prévia à Copa do Mundo. E parece que capricharam na hora de fazer o calendário antes que as seleções entrassem em ação. O final de semana será recheadíssimo. Ocorrerão clássicos ou grandes jogos em todas as principais ligas da Europa. Enquanto isso, a América do Sul também estará repleta de jogões, especialmente no Brasil e na Argentina. Para quem gosta de futebol alternativo, há até mesmo uma boa pedida na África, com a decisão da Liga dos Campeões.

Abaixo, o nosso tradicional roteiro, em formato um pouco diferente desta vez: ao invés de dividirmos por tópicos, organizamos cronologicamente. Assim, fica melhor para você ajeitar os seus horários. Para conferir a programação de TV até domingo, clique aqui.

Borussia Dortmund x Bayern de Munique
Sábado, 15h30 [Fox Sports]

Se fosse disputado algumas semanas atrás, Der Klassiker poderia ser bastante diferente. O Borussia Dortmund estava na crista da onda, enquanto o Bayern convivia com as incertezas. Agora a sensação é distinta, na véspera do encontro no Signal Iduna Park. Os bávaros se reencontraram sob as ordens de Jupp Heynckes. Fazem o simples, e bem feito. São três vitórias consecutivas na Bundesliga, além das classificações na Champions e na Copa da Alemanha. Na última rodada, o triunfo sobre o RB Leipzig representou bastante sobre a recuperação. Por outro lado, o Dortmund terá a força de sua torcida, mas sem empolgar. O time perdeu a liderança para os rivais justamente ao acumularem três rodadas de jejum, ao mesmo tempo em que emendam uma decepção depois da outra na Champions. Será um jogo-chave para o já pressionado técnico Peter Bosz, considerando que o Bayern não oferece muitas chances aos erros, aos quais ele se expõe tanto.

Santa Cruz x Náutico
Sábado, 17h30 [Globo Nordeste e Premiere]

Restando apenas seis rodadas para o final, a Série B vive os seus últimos suspiros. E o Mundão do Arruda receberá um jogo com significado vital para os rivais pernambucanos. Tanto Santa Cruz quanto Náutico são candidatos ao rebaixamento. E a vitória no clássico, esperam, pode ser a chave para uma guinada neste momento de tanto sufoco. Condenado desde o início da campanha, o Timbu precisaria de um milagre, mesmo se vencer. Na penúltima posição, está a dez pontos de sair da zona de rebaixamento. Já a Cobra Coral tem um pouco mais de esperança. Os tricolores precisam de seis pontos para escapar do Z-4, por mais que o momento não ofereça muito ânimo, com apenas um triunfo na competição desde o início de agosto.

Genoa x Sampdoria
Sábado, 17h45

Em um final de semana com tantos clássicos, a Itália oferece uma de suas rivalidades mais ferrenhas. O Estádio Luigi Ferraris recebe mais um Derby della Lanterna, com as duas equipes em situações bastante distintas. O Genoa faz um péssimo início de Serie A. Ocupa a antepenúltima posição, na zona de rebaixamento, com apenas seis pontos. O Grifone espera dar uma guinada justamente contra os seus maiores rivais, embora tenha consciência de que a missão será difícil. Afinal, a Sampdoria aparece na sexta posição, em busca da classificação às competições europeias. Mesmo sem conseguirem acompanhar o ritmo do pelotão inicial, os blucerchiati vêm de boas partidas, com as exibições mais sólidas entre os componentes do “pelotão intermediário”. Olho em Lucas Torreira e Karol Linetty, dois jovens que despontam na campanha.

Barcelona x Sevilla
Sábado, 17h45 [ESPN Brasil]

O Sevilla é um time de início nebuloso na temporada. Os resultados não são tão ruins, ocupando a quinta colocação no Espanhol e aparecendo na zona de classificação da Champions. O problema é que as performances não empolgam e as derrotas repercutem muito mais. Se os andaluzes quiserem elevar o seu moral, esta é a oportunidade. Visitam o líder Barcelona, tentando impor o segundo tropeço aos blaugranas na semana. O time de Ernesto Valverde é outro que não impressiona tanto por suas atuações, embora os números digam o contrário. São apenas três gols sofridos em dez rodadas, além de 28 marcados. E há um tal de Lionel Messi em fase inspirada (como se isso não fosse praxe), carregando o time em certos momentos. A noite no Camp Nou promete ser bastante movimentada.

Wydad Casablanca x Al Ahly
Sábado, 18h

Em termos de tradição, esta certamente é uma das melhores finais que a Liga dos Campeões da África já teve. Wydad Casablanca e Al Ahly são dois clubes de camisas pesadas e enormes torcidas,. Os marroquinos, de massa apaixonadíssima, não conquistam o título continental desde 1992 e esperam dar uma resposta aos rivais do Raja, depois do sucesso recente no Mundial de Clubes. Já o Al Ahly, dono do maior número de torcedores do continente, busca somar a sua nona taça, dominante na história da competição. No primeiro jogo, prevaleceu o empate por 1 a 1 no Estádio Borg El-Arab, em Alexandria. E, apesar do tropeço em casa, a torcida egípcia está confiante, como bem se viu no treino que precisou ser cancelado pelo excesso de torcedores, com milhares de fanáticos pelo Al Ahly invadindo o campo. Não será fácil, de qualquer forma, especialmente pela pressão que as arquibancadas do Estádio Mohamed V, em Casablanca, costumam colocar. Será uma boa prévia até mesmo à Data Fifa, considerando a classificação do Egito ao Mundial e as boas chances do Marrocos de também carimbar o seu passaporte.

Botafogo x Fluminense
Sábado, 19h [Premiere]

O grande clássico do Campeonato Brasileiro acontecerá no domingo, mas o Rio de Janeiro também terá o seu encontro de peso no sábado. O Clássico Vovô está distante de carregar as mesmas expectativas, mas é particularmente importante para os dois clubes. O Botafogo tenta se recuperar da inconsistência recente para se manter na zona de classificação à Copa Libertadores, quem sabe até mesmo se aproximar do G-4. Já o Fluminense depende do resultado para refazer seu moral após a eliminação para o Flamengo na Copa Sul-Americana, além de se distanciar da zona de rebaixamento. No primeiro turno, os alvinegros se deram melhor e sustentam um melhor retrospecto nos últimos confrontos. São seis vitórias botafoguenses e apenas duas derrotas desde 2016.

Manchester City x Arsenal
Domingo, 12h15 [ESPN Brasil]

Neste início de temporada, o Manchester City tem se afirmado como um dos melhores times da Europa. Os resultados excelentes não são tudo, diante das atuações alucinantes dos Citizens em boa parte dos seus jogos. E terão um laboratório e tanto neste domingo, no Estádio Etihad. O Arsenal só não está no Top Four pelo saldo de gols, mas se arrastando em parte de suas atuações, conquistadas com muito suor. Além disso, pesam as dificuldades dos Gunners ao enfrentarem as equipes da parte de cima da tabela, embora os londrinos tenham sofrido apenas uma derrota para os mancunianos desde 2014. Se conseguir roubar pontos em Manchester, o time de Arsène Wenger já deverá sair satisfeito, considerando o retrospecto de nove vitórias em dez rodadas dos comandados por Pep Guardiola. Sergio Agüero, que se tornou isoladamente o maior artilheiro da história do clube no meio de semana, durante a visita ao Napoli, será homenageado.

Chelsea x Manchester United
Domingo, 14h30 [ESPN Brasil]

Mal dará para respirar. Pouco depois do jogaço em Manchester, Londres é que irá pegar fogo. Muito provavelmente, será um jogo menos aberto, entre times que gostam de ser pragmáticos. O Chelsea de Antonio Conte, de qualquer maneira, precisa de atitude, depois da derrota acachapante para a Roma pela Champions. O noticiário na Inglaterra não é bom, dando conta do relacionamento ruim do técnico com seu elenco, bem como dos rumores sobre o descontentamento de Roman Abramovich. Pelo lado positivo, N’Golo Kanté pode retornar ao time. O Manchester United, por sua vez, está em uma situação confortável na tabela, mas com questionamentos a José Mourinho pela maneira como a equipe tem se portado. O treinador deu entrevistas ácidas sobre o assunto, mas é difícil imaginar que a postura irá mudar justamente em seu retorno a Stamford Bridge. Não será surpresa se o placar zerado prevalecer.

Corinthians x Palmeiras
Domingo, 17h [Globo e Premiere]

O jogo que todo mundo (ou quase) vai querer assistir no domingo. Não é apenas a liderança do Campeonato Brasileiro que está em jogo. É a honra. Enquanto o Corinthians tenta se sustentar na liderança, o Palmeiras busca a reação por um título que poderia ser ainda mais saboroso do que 2016. Além disso, pesa demais o caráter decisivo do Dérbi, resgatando uma sensação de grandiosidade que não se vive há tempos. Para muitos, este é o maior Corinthians x Palmeiras desde aqueles inesquecíveis jogos pela Copa Libertadores na virada do século. Para reagir, o Corinthians necessita de mudanças, como Fábio Carille já sinalizou nos treinos desta semana. Por outro lado, o Palmeiras vem no embalo do bom início de Alberto Valentim, assim como na ascensão de nomes como Keno e Miguel Borja. A Arena Corinthians vai ferver. E a torcida alvinegra também precisará jogar junto neste momento de tamanha provação ao elenco corintiano.

Saint-Étienne x Lyon
Domingo, 18h [Sportv 2]

Paris Saint-Germain e Monaco são os dois times que atraem os holofotes na Ligue 1. O Lyon, no entanto, merece um pouco mais de consideração. Com um time extremamente jovem, os Gones têm mostrado serviço, especialmente pela ótima forma de Nabil Fekir. A equipe soma três vitórias consecutivas e tenta se aproximar dos primeiros colocados. Enquanto isso, o Saint-Étienne vem no ritmo costumeiro dos últimos anos, em sexto, quatro pontos atrás, mas com apenas uma vitória nas últimas cinco rodadas. A pressão será alviverde no Estádio Geoffroy Guichard. Durante a semana, de qualquer forma, a torcida do Lyon deixou o seu recado ao exibir o bandeirão de Taxi Driver e exigir o resultado contra os rivais.

Olimpia x Cerro Porteño
Domingo, 18h

Entre o Corinthians x Palmeiras e o River x Boca, Assunção também realizará o seu maior clássico. O Defensores del Chaco deverá pulsar, e com torcidas divididas, como de costume. E valendo bastante na definição do Torneio Clausura. O Cerro Porteño lidera, com 30 pontos. Já o Olimpia aparece em terceiro, exatamente com três pontos a menos. No meio dos dois, o Guaraní, que faz jogo importante também no domingo, contra o Nacional. Treinado pelo colombiano Leonel Álvarez, o Ciclón aproveita a boa fase do atacante argentino Diego Churín, autor de oito gols em dez partidas no campeonato. Já o Rey de Copas confia no bom Brian Montenegro. E vale dizer que os dois times vêm recheados de medalhões: no Cerro, Nelson Haedo Valdez, Victor Cáceres, José María Ortigoza, Mauricio Victorino, Álvaro Pereira, Marcos Cáceres e Antony Silva; no Olimpia, Roque Santa Cruz, Nestor Ortigoza, Cristian Riveros, Darío Verón, Faryd Díaz, Diego Barreto e Edcarlos.

River Plate x Boca Juniors
Domingo, 19h05 [Fox Sports 2]

Quem quiser emendar outro grande clássico sul-americano no domingo, terá uma excelente opção na TV. River Plate e Boca Juniors não estão decidindo um título, mas o caráter do confronto também será especial, por tudo aquilo que aconteceu durante a semana. Os Millonarios podem recuperar o seu moral ou se afundar de vez, depois da inesperada virada que sofreram diante do Lanús na semifinal da Copa Libertadores. Terão que se concentrar no compromisso difícil diante dos xeneizes. E a sorte é que o jogo será em Núñez, o que diminui a carga de gozações às “galinhas”, pela postura frouxa em La Fortaleza. O Campeonato Argentino ainda está no começo, mas é o Boca quem lidera após sete rodadas. O time de Guillermo Barros Schelotto acumula seis pontos de vantagem, com 100% de aproveitamento, 19 gols marcados e apenas um sofrido. O River é o nono, nove pontos atrás dos arquirrivais.


Os comentários estão desativados.