O Campeonato Brasileiro acabou, os classificados às oitavas de final da Liga dos Campeões foram definidos, e a Copa Sul-Americana já tem dono. É inevitável o sentimento de ano concluído com tantos desfechos assim em um curto período de tempo, mas ainda tem muita coisa boa para rolar antes da chegada de 2015. Só até domingo, várias delas. Clássicos em Portugal, Inglaterra e Espanha; rodada derradeira que definirá o vencedor do Torneo Inicial da Argentina; reencontro de goleador com ex-time na Alemanha. Confira nosso roteiro com o melhor do futebol internacional neste fim de semana.

PROGRAMAÇÃO DE TV: Confira o horário dos jogos na televisão brasileira

O jogão

Manchester United x Liverpool
Domingo, 11h30 (ESPN Brasil)

Diante do passado recente, Manchester United e Liverpool fazem campanhas que surpreendem neste primeiro semestre da temporada. Os Reds passam longe do ótimo futebol apresentado na temporada passada, enquanto os Red Devils, mesmo sem convencer, estão com a atual maior sequência de vitórias da Premier League e na terceira colocação. Neste domingo, o caminho dos dois se cruzam pela primeira vez nesta edição do Inglês, e é complicado apontar um franco favorito.

O estrelado ataque do Manchester United não deslanchou de vez e ainda tem muito o que crescer para alcançar o máximo potencial que tem. As seguidas lesões em todas as posições também não ajudam Van Gaal, que, de alguma maneira, ainda conseguiu  vitórias nas últimas cinco rodadas. A boa notícia é a possível volta de Di María, desfalque nos últimos dois duelos do clube na Premier League.

Do lado do Liverpool, o grande desafio será se recuperar da queda ainda na fase de grupos da Champions League, após o empate com o Basel, no Anfield, no meio da semana. Mais pressionado que nunca, Brendan Rodgers precisa fazer os reforços darem liga. A ausência de Sturridge por quase toda a temporada de fato atrapalha, mas já passou da hora do time deslanchar. A singela nona colocação atual é pouco demais para um time que há alguns meses quase levou o título. A seu favor, o Liverpool tem o fato de que, na última visita ao Old Trafford, em março deste ano, passeou sobre o claudicante time do então técnico David Moyes, com um 3 a 0 tranquilo.

O clássico

Porto x Benfica
Domingo, 18h (ESPN Brasil)

Dois melhores colocados do Campeonato Português, os rivais Porto e Benfica vão a campo em jogo que vale a liderança do torneio. Os Encarnados estão na ponta com três pontos a mais que os Dragões, mas, como o primeiro critério de desempate é o confronto direto, uma vitória do Porto significaria a tomada da ponta pelos donos da casa. Em 12 partidas, o Benfica perdeu apenas uma, para o Braga, como visitante, empatou outra e venceu dez. Retrospecto muito forte, mas não suficiente para assustar o Porto, única equipe invicta na competição, com oito vitórias e quatro empates.

Enquanto o Porto deverá contar com o retorno de Casemiro, fora dos últimos dois jogos do time por lesão, a melhor notícia para os benfiquistas foi mesmo a confirmação de que as dores sentidas por Anderson Talisca no jogo de terça-feira pela Liga dos Campeões, contra o Bayer Leverkusen, não eram nada demais e que o destaque brasileiro estará à disposição do técnico Jorge Jesus para o clássico.

Fique de olho

Quilmes x River Plate
Domingo, 21h30

River-Atlético-Nacional-Sul-Americana

Após levar a Copa Sul-Americana nesta quarta-feira, contra o Atlético Nacional, o River Plate tem a chance de chegar a seu terceiro título no ano. Pela última rodada do Campeonato Argentino, os Millonarios enfrentam o último colocado Quilmes precisando da vitória e de um tropeço do Racing, que está dois pontos à frente, para ficar com a taça do Torneo Inicial. A combinação de resultados será difícil, já que o Racing tem pela frente o fraco Godoy Cruz, apenas na 15ª colocação. A vida do time de Marcelo Gallardo poderia ser bem mais fácil, não fosse a queda de rendimento da equipe nas rodadas finais. Enquanto o Racing ganhou todos seus cinco confrontos anteriores, incluindo um triunfo sobre o próprio River há pouco mais de duas semanas, o campeão da Sul-Americana venceu apenas um, perdendo dois e empatando outros dois. É difícil o clube de Avellaneda deixar essa escapar, mas ainda há um pouco de esperança para o torcedor Millonario, que vive um grande 2014.

Arsenal x Newcastle
Sábado, 15h30 (Fox Sports)

Wenger nunca esteve sob tanta pressão em seus quase 20 anos à frente do Arsenal. Os resultados ruins parecem não ter fim, e o último deles não foi menos pesado. Derrota para o Stoke por 3 a 2, sendo que todos os gols dos Potters foram marcados apenas na primeira etapa. Antes disso, os Gunners ainda deixaram escapar algumas vitórias que pareciam certas, com gols sofridos nas retas finais das partidas, o que aumenta a irritação do torcedor. Neste final de semana, o adversário promete não aliviar. Após um começo ruim de campeonato, o Newcastle se recuperou, engatando uma sequência de cinco vitórias. Tropeçou então em duas rodadas, mas voltou a vencer justamente contra o Chelsea, no fim de semana passado, sendo o primeiro a bater o líder na atual edição da Premier League. Alan Pardew encontrou o melhor futebol de seu time, e o Arsenal precisará mostrar mais que nas últimas rodadas para passar pelos Toons. Se Alexis Sánchez estiver em um de seus dias inspirados como em outras ocasiões, isso certamente ajudará.

Real Sociedad x Athletic Bilbao
Domingo, 18h (Sports+)

Real Sociedad e Athletic Bilbao fazem campanhas bem modestas em La Liga, mas sempre vale ficar ligado no dérbi basco. Após início péssimo, com apenas uma vitória em oito rodadas, o Athletic se recuperou, vencendo quatro de cinco jogos e empatando outro. A sequência boa acabou na rodada passada, com a derrota para o Córdoba, mas o time sabe que o encontro com o rival é uma ótima oportunidade de se conseguir um triunfo que faça a equipe manter-se estável e próxima da briga por vagas em competições europeias. O que é quase um dever para o time que caiu na fase de grupos da Champions e agora terá que se contentar com a disputa da Liga Europa. Do lado da Sociedad, o objetivo é vencer para sair do buraco e se afastar da zona do rebaixamento. Na 14ª colocação, com 13 pontos, o time está a apenas três dos clubes do Z-3, todos com 10, e cada fim de semana é importantíssimo quando a briga na parte de baixo se apresenta tão acirrada – especialmente se o fim de semana é de clássico.

Vale uma zapeada

Milan x Napoli
Domingo, 17h45 (Fox Sports)

Higuain-Napoli-Milan

A temporada de 2014/15 é decepcionante para Milan e Napoli. Enquanto os Rossoneri ainda parecem  bem longe do caminho de glórias e competitividade do passado, os Partenopei decaíram muito em relação à campanha passada, em que por algum momento eram o único time que poderia se infiltrar na briga polarizada pelo título entre Juventus e Roma. O quinto lugar atual, já a 11 pontos da líder Juve, mostra que esse cenário dificilmente se repetirá desta vez. O jogo deste final de semana é, portanto, uma boa chance de um “novo início” para os dois, por seu tamanho em tradição. O Milan, que joga em casa, sobretudo, precisa de um resultado positivo, já que na rodada seguinte terá a Roma pela frente. Para o Napoli, o duelo representa a chance de retornar à terceira colocação, da qual saiu após empatar três jogos seguidos. Sétimo colocado, o time de Milão pode igualar a pontuação do adversário deste domingo, e a chance de brigar por competição europeia, embora bastante esperançosa, ainda é bem alcançável.

O reencontro

Adrián Ramos
Hertha Berlim x Borussia Dortmund
Sábado, 13h (ESPN+)

Após passar a temporada 2012/13 na segunda divisão, o Hertha Berlim fez uma campanha tranquila o suficiente para ficar na confortável 11ª colocação na Bundesliga de 2013/14. A performance de retorno à elite foi satisfatória, e, dentre os bons destaques individuais, Adrián Ramos foi o principal. O atacante colombiano fez 16 gols e deu oito assistências, tendo, portanto, participado diretamente de 24 dos 40 gols marcados pelo time da capital. Sem tantos holofotes, habilidoso, eficiente e relativamente barato, Ramos se encaixava perfeitamente no perfil de contratações do Borussia Dortmund, que o buscou pouco antes do fim da temporada, após perder Lewandowski para o Bayern de Munique. Assim como todo o time aurinegro em 2014/15, Adrián Ramos ainda não deslanchou,  mas tem potencial para tanto. E, neste fim de semana, reencontra o time que o colocou em evidência na Alemanha, esperando ter sua oportunidade para voltar a brilhar no Estádio Olímpico de Berlim.

O cara

Luis Suárez
Getafe x Barcelona
Sábado, 12h (Sports+)

Luis-Suárez-Barcelona

Titular do Barcelona e gradativamente mais importante para o ataque catalão, Luis Suárez já balançou as redes duas vezes com a nova camisa, mas apenas na Liga dos Campeões. Após se destacar com um gol e uma assistência na vitória por 3 a 1 sobre o Paris Saint-Germain, que garantiu ao Barça a liderança de sua chave na competição europeia, o uruguaio agora esperar enfim desencantar em La Liga, em que já soma cinco passes para gols em seis partidas. O adversário da vez é o Getafe, em Valencia, e se o Barcelona repetir a atuação da última vez em que esteve no Estádio Alfonso Pérez, quando goleou por 5 a 2, Luisito terá uma chance de ouro de inaugurar sua contagem no Campeonato Espanhol.

O brasileiro

Jonathas
Deportivo La Coruña x Elche
Segunda, 17h45 (Sports+)

Chamado por alguns de “novo Diego Costa”, por seu temperamento explosivo e conhecer bem o caminho do gol, Jonathas, atacante do Elche, tentará dar fim à sequência de dois jogos sem balançar a rede em La Liga. Até agora, o jogador, de 25 anos, já soma seis gols na competição, em 13 jogos, e é o segundo brasileiro com melhor número no quesito nesta edição do Campeonato Espanhol, atrás apenas de Neymar, com 11. O possível reencontro de Jonathas com a rede será uma ajuda muito bem-vinda pelo Elche, que é o último colocado, com apenas dez pontos, e enfrenta o vice-lanterna La Coruña, que também tem dez pontos. A briga na parte debaixo da tabela é tão acirrada que, com uma boa combinação de resultados, o time do brasileiro pode saltar da lanterna para fora da zona de rebaixamento, já que apenas três pontos o separam do 13º colocado Espanyol.

Passe longe

Parma x Cagliari
Domingo, 12h

O Parma, lanterna do Campeonato Italiano, enfrenta o Cagliari, time que não vence há seis jogos na Serie A, na partida que você definitivamente não vai querer desperdiçar duas horas de sua vida. Daria até para dizer que, para o Parma, pegar um adversário nesta sequência ruim é uma boa chance de enfim respirar um pouco. Exceto pelo fato de que o próprio último colocado perdeu seus quatro jogos anteriores. Então, mesmo como mandante neste fim de semana, uma vitória é sonhar demais. Seja qual for o resultado final, você não vai querer assistir para conferir.