Filip Stevanovic, ponta de 18 anos do Partizan, será mais um jovem do Manchester City em janeiro

Clube sérvio confirmou a transferência do seu talentoso jogador, de 18 anos, que marcou 12 gols em 54 jogos

O Manchester City tem um reforço assegurado para janeiro, segundo informou o Partizan. O clube sérvio colocou em suas redes sociais que Filip Stevanovic, de 18 anos, foi contratado pelo Manchester City e será jogador do clube inglês a partir de janeiro, quando a janela de transferências volta a se abrir. Rápido e habilidoso, é um talento precoce do futebol sérvio e estreou no time principal aos 16 anos, em dezembro de 2018.

LEIA TAMBÉM: Apesar do lockdown no Reino Unido, Premier League e EFL continuarão sendo disputadas

“O Partizan tem o prazer de anunciar a transferência de Filip Stevanovic para o Manchester City, na janela de inverno de 2021. A transferência de Filip Stevanovic para um dos maiores clubes da Europa é uma confirmação significativa do bom e duro trabalho de todas as estruturas dos clube”, diz o tuíte.

A confirmação da transferência aconteceu no sábado, 31, mas não foram confirmados os valores. Segundo o Manchester Evening News, o City pagará £ 6 milhões pelo ponta, além de adicionais por desempenho. O Manchester City ainda não confirmou a contratação.

Stevanovic foi formado pelas categorias de base do Partizan. Tornou-se jogador da seleção sub-19 e sub-21 da Sérvia. Em 54 jogos, o jogador marcou 12 gols. Predominantemente, o jogador atua pela ponta esquerda, mas também pode atuar pelo lado direito e até como um meia ofensivo pelo meio. Nesta temporada, são 15 jogos e três gols pelo Partizan.

Ainda não se sabe qual será o destino dado pelo City ao jogador. Ele tem sido titular do Partizan e pode ser emprestado ao clube sérvio até o fim da temporada, como forma de mantê-lo em atividade. Contudo, é um jogador que pode ter espaço no elenco, dado que os pontas do time têm características diferentes. Rahem Sterling é um jogador de velocidade e se tornou um dos mais completos atacantes da Premier League. Os demais, porém, não são jogadores de velocidade.

Bernardo Silva é um jogador de inteligência e precisão, que atua pelos dois lados do campo, mas preferencialmente pelo lado direito. Riyad Mahrez também tem como preferência a ponta direta e é outro que não tem como característica a velocidade. Ferran Torres chegou do Valecia nesta temporada e, aos 20 anos, é uma aposta para o futuro, mas é outro dos pontas-armadores, e não exatamente um jogador de acelerar o jogo com velocidade. Stevanovic pode ser, embora ainda seja muito novo e dependeria de uma adaptação. Para o estilo de jogo de Guardiola, o jogador poderia ser muito útil para abrir o campo.

A rede de jovens jogadores do Manchester City é colocada, em geral, em times-satélite para se desenvolverem. É o caso do lateral brasileiro Yan Couto, de 18 anos, e de Pablo Moreno, espanhol também com 18 anos. Os dois foram contratados nesta temporada e emprestados ao Girona, da Espanha, para ganharem cancha.

Outros jovens, como Juan Larios, lateral esquerdo, foi contratado do Barcelona e, aos 16 anos, joga pelo time sub-18 dos Citizens. Situação igual vive Romeo Lavia, belga que também tem 16 anos e jogava pelo Anderlecht até ser contratado pelos Citizens, em julho. Vão ganhando experiência, nesse caso, atuando pelo time de base.

Como Stevanovic tem jogado como titular, no time principal, faz sentido que ele continue na Sérvia até o final da temporada 2020/21. Porém, como vimos, o elenco do City pode ser reforçado e o sérvio poderia ser uma alternativa diferente àquelas que Guardiola tem atualmente. Resta ver o que o City fará.

Veja mais sobre o novo reforço do Manchester City e comente: ele seria útil no elenco de Guardiola já em janeiro?