O jogador Jaime Grondona, que defendeu o Chile no Mundial sub-20 do Canadá, foi suspenso por nove meses pela Fifa por ter agredido um integrante da equipe de arbitragem da semifinal contra a Argentina. Grondona é sobrinho-neto de Julio Grondona, presidente da federação argentina (AFA) e vice-presidente da Fifa. Ele ainda foi multado em € 6,7 mil.

A federação chilena terá de pagar outros € 9,15 mil por causa do comportamento agressivo de jogadores e dirigentes com a arbitragem. Os argentinos venceram a partida por 3 a 0, antes de conquistar o título na decisão contra a República Tcheca.

A Fifa ainda suspendeu o técnico da seleção sub-20 da Nigéria, Laden Bosso, por quatro meses. Bosso foi considerado culpado por “comportamento ofensivo” com o árbitro inglês Howard Webb na partida das quartas-de-final contra o Chile. O treinador, que acusou Webb de tomar decisões motivadas por racismo, também levou multa de € 6,7 mil.