Fifa garante liberação de jogadores e Conmebol confirma início das Eliminatórias da Copa em outubro

Principal entrave para volta dos jogos de seleção na América do Sul é liberação de jogadores da Europa e Fifa deve intervir

A Conmebol anunciou que as Eliminatórias da Copa estão mantidas para outubro, como previsto. A data Fifa dos dias 8 a 13 de outubro terá as primeiras rodadas do caminho para o Catar 2022. O principal problema é a liberação de jogadores que atuam na Europa, que teriam que ficar em quarentena no retorno aos países dos seus clubes. A Fifa, que participou da reunião com o presidente Gianni Infantino, prometeu intermediar a negociação com os clubes.

[foo_related_posts]

Em reunião por videoconferência, os presidentes das federações dos países decidiram pela manutenção da data Fifa de outubro como inicial na campanha das Eliminatórias da Copa 2022. Há uma preocupação da Conmebol em ter que usar ao menos mais uma data para terminar a competição. Cogita-se que precise ser em janeiro de 2022 – a Copa será em novembro e dezembro.

Em datas Fifa, os clubes são obrigados a liberar seus jogadores às seleções. Só que em meio a uma pandemia, há problemas sérios com os protocolos. A maior parte dos países exige quarentena de 15 dias depois de voltar do Brasil, por exemplo, o que significa que os jogadores que vierem ficarão fora de ao menos dois outros jogos, possivelmente três, pelos jogos de meio de semana.

Para impedir esse problema, o presidente da Fifa, Gianni Infantini, irá negociar permissões especiais para os jogadores liberados para jogos de seleções. Assim, todas as seleções teriam condições iguais para os jogos, com liberdade de convocação. É de pleno interesse tanto da Conmebol quanto da Fifa que os jogadores sejam liberados. Na quinta, os dirigentes voltam a se reunir para que Infantino traga o que conseguiu em relação às negociações com os países para as liberações.

A primeira rodada, no dia 7 de outubro, o Brasil enfrentará a Bolívia, em casa. Na segunda rodada, no dia 12, vai até Lima enfrentar o Peru.