A Fifa cancelou a partida entre Nova Zelândia e Fiji, pelas eliminatórias da Copa-2010, que deveria ser disputada neste sábado. A decisão foi tomada após o governo neozelandês se recusar a fornecer o visto de entrada ao goleiro Simione Tamanisau.

Após o golpe político ocorrido no Fiji em dezembro, a Nova Zelândia proibiu a entrada no país de todos os militares fijianos e de seus parentes. Tamanisau é genro de um membro das forças armadas de seu país, por isso foi barrado. A federação local encaminhou uma carta à Fifa na qual manifestava sua revolta com a situação e afirmava que entraria em campo sob protesto.

De acordo com Tai Nicholas, secretário geral da confederação da Oceania (OFC), a Fifa considerou que ‘a decisão do governo neozelandês entrava em conflito com a prática adotada de fornecer vistos para os jogadores que atuam nas Eliminatórias da Copa do Mundo’. A entidade pediu ao governo neozelandês para rever sua posição, mas não foi atendida.

“Com a recusa, a Fifa confirma que não permitirá a realização da partida na Nova Zelândia sem que o atleta esteja disponível para participar. O futebol é um jogo global e ter um jogo no qual se envolva interferência política é um precedente ruim”, afirmou Nicholas.

A decisão provocou a revolta de Winston Peters, ministro de Relações Exteriores da Nova Zelândia. “Há poucos dias, foi assegurada à federação que o jogo seria realizado conforme previsto. Ninguém tem o direito ao visto. Entrar em outro país é um privilégio, e todos os países têm o direito de excluir pessoas de acordo com sua política de imigração”, alegou.

Já Sahu Khan, presidente da federação fijiana, aprovou a medida. “Fico satisfeito com a resolução do problema, mas é uma pena que ela tenha sido feita tão em cima da hora”. Ainda não se decidiu quando ou onde a partida será realizada. Há a possibilidade de se marcar o duelo para um campo neutro ou, caso o governo neozelandês volte atrás, disputá-lo no local estabelecido antes.

Está mantida a partida entre Fiji e Nova Zelândia, em Lautoka, na próxima quarta-feira. O jogo deste sábado abriria a fase final das Eliminatórias da Copa-2010, que ainda conta com Nova Caledônia e Vanuatu.