O técnico do Manchester United, Alex Ferguson, afirmou que o meio-campista Paul Scholes é um jogador similar a Xavi, do Barcelona, e um dos melhores jogadores do mundo na atualidade.

O escocês mostrou satisfação com a volta do jogador à ativa, depois de ter se aposentado ao final da temporada passada. O técnico do United ainda revelou que o que levou Scholes a querer se aposentar foi o número limitado de jogos que ele começou a fazer como titular por causa da sua idade.

“É como o Barcelona falando sobre Xavi da forma como falamos de Scholes”, disse Ferguson. “Eu disse a Paul [ao final da temporada passada] que ele poderia jogar de 25 a 30 jogos e ele disse ‘não é suficiente para mim’”, revelou o treinador do Manchester United em coletiva de imprensa antes do jogo contra o Ajax, pela Liga Europa.

“Ele decidiu se aposentar do que ser um jogador de alto nível que jogue 25 a 30 jogos. Eu estava sendo sensível em relação a isso porque ele estava chegando aos 37 anos, e para um meio-campista nessa idade, é difícil”, continuou a explicar o treinador. “Eu fui perfeitamente honesto com Paul porque esse era o futuro. Mas quando ele decidiu voltar, eu fiquei satisfeito. Eu não vi nenhum ponto negativo”, afirmou Ferguson.

Depois de cerca de seis meses de aposentadoria, Paul Scholes voltou aos gramados para defender o Manchester United, desta vez usando a camisa 22 da equipe. “Ele começou a treinar muito forte nos últimos meses antes de falar comigo [sobre o retorno] e obviamente percebeu que ele cometeu um erro”, afirmou Ferguson. “Ele voltou descansado e empolgado, o normal dele. Foi uma volta incrível para nós em termos de organização e classe que ele traz ao time. É difícil para descrever isso”, explicou.