Alex Ferguson crê que Rio Ferdinand não voltará a defender a seleção inglesa. Após deixá-lo de fora da Euro, o técnico Roy Hodgson apontou a possibilidade de convocá-lo novamente para a equipe nacional. Entretanto, para Ferguson, o veterano deve esquecer o English Team e focar o fim de sua carreira no Manchester United.

“Rio poderia defender a Inglaterra, não há dúvidas sobre isso, mas não vejo motivos para ele voltar à seleção. Ele precisa concentrar a carreira no United, é o que eu preferiria. Se ele a situação, não há motivos para ele ficar de fora”, declarou Ferguson.

Ferdinand deixou de ser chamado para a seleção após conflito entre John Terry e seu irmão, Anton, que acusou o zagueiro do Chelsea de racismo. Após a aposentadoria de Terry da equipe, o nome do jogador do United voltou a ser especulado pela imprensa inglesa.

Ferguson ainda comentou a sequência de Ferdinand com os Red Devils: “Ele tem um futuro após esta temporada. Giggs e Scholes, que continuam jogando, são os exemplos. Rio mudou de ritmo nos últimos anos e está usando mais sua experiência agora, não está se arriscando mais. Ele é respeitado”. O jogador de 33 anos tem contrato com o clube até o fim da temporada.