O zagueiro Rio Ferdinand, do Manchester United, é conhecido por ser um dos jogadores mais atuantes na luta contra o racismo na Europa. Por isso, surpreendeu o fato de o capitão do Manchester United não ter utilizado, juntamente aos outros jogadores, uma camisa da Kick it Out, associação contra o racismo no futebol, durante o aquecimento dos Red Devils.

O protesto de Ferdinand irritou seu treinador Sir Alex Ferguson, que ontem havia criticado o atacante Jason Roberts, do Reading, por ter declarado que não vestiria a camisa da organização por acreditar que as ações do grupo não são suficientes. Sobre Ferdinand, o treinador foi duro. “Estou chateado, ele nos desiludiu. Eu disse ontem [sexta-feira] que os jogadores iriam vestir a camisa para apoiar a Associação dos Futebolistas Profissionais e que todos deviam aderir. E ele não fez isso”, disse. Ferdinand pode acabar punido pelo clube.

No início do ano, o zagueiro Anton Ferdinand, irmão do Red Devil, foi alvo ofensas racistas por parte de John Terry, do Chelsea. O ato valeu ao capitão dos Blues apenas uma multa e um mal estar no ambiente da seleção inglesa. Pela má relação entre Rio Ferdinand e Terry, ex-companheiros de zaga no English Team, o jogador do Manchester United acabou ficando fora da Euro 2012.