Federação Alemã afirma que não irá aplicar punição a jogadores que se manifestarem sobre George Floyd

A Federação Alemã (DFB) anunciou nesta quarta-feira (3) que os jogadores que exibiram mensagens de apelo por justiça a George Floyd, homem negro morto pela polícia de Minneapolis em 25 de maio, não serão punidos. Apesar das regras estabelecidas preverem punição pela exibição de mensagens políticas, a DFB afirma entender e respeitar o posicionamento dos atletas, que estaria alinhado com o próprio da federação.

[foo_related_posts]

Em nota oficial publicada em seu site, a Federação Alemã esclareceu que o Comitê de Disciplina da DFB não seguiria em frente com procedimentos contra Achraf Hakimi, Jadon Sancho, Weston McKennie e Marcus Thuram, jogadores que se posicionaram com mensagens ou gestos antirracistas durante a rodada do último fim de semana da Bundesliga. Além disso, a federação garantiu que seu comitê seguirá a mesma linha com possíveis campanhas futuras antirracismo para marcar a morte de George Floyd.

Anton Nachreiner, presidente do Comitê de Disciplina da DFB, disse que, embora seu órgão “sempre tenha se comprometido com as exigências das regras da Fifa e os regulamentos da DFB em mente”, neste caso, haveria uma exceção. “Essas são campanhas específicas antirracismo dos jogadores, que estão comprometidos com os mesmos valores que a DFB também representa e sempre representou.”

Nesta terça-feira, indo contra suas próprias recomendações, a Fifa havia dito, em comunicado, que “entende completamente a profundidade do sentimento e preocupações expressadas por muitos jogadores diante das trágicas circunstâncias do caso George Floyd” e recomendou aos organizadores de campeonatos “usar o bom senso e considerar o contexto em torno dos eventos” antes de punir atletas que se posicionassem.

Gianni Infantino, presidente da entidade máxima do futebol, por sua vez, acrescentou que “em uma competição da Fifa, as recentes demonstrações dos jogadores nas partidas da Bundesliga mereceriam aplausos, e não punição”.

A nota da DFB e as recomendações da Fifa não falam especificamente em não punir os atletas em campo com o cartão amarelo, então precisaremos esperar um comunicado mais preciso sobre isso ou as rodadas por vir da Bundesliga. Por ora, a simples garantia de que os jogadores não receberão castigos adicionais por suas homenagens e protestos em um caso de tanta comoção parece o mínimo a ser feito.