O FBI anunciou nesta sexta ter identificado o corpo de Levan Kaladze, irmão do defensor do Milan Kakhaber Kaladze, seqüestrado em 2001. Vano Merabishvili, ministro do interior da Geórgia, também declarou a prisão de quatro homens suspeitos pelo crime.

Em 23 de maio, Levan foi raptado por quatro homens disfarçados de policiais. Com 21 anos, Levan estava no quarto ano de medicina. Ele voltava para casa após realizar alguns exames, na cidade de Tblisi quando foi abordado pelos criminosos. Foi agredido e levado em um carro.

No mesmo dia, os seqüestradores entraram em contato com a família para pedir um resgate de US$ 600 mil dólares. De acordo com a imprensa da Geórgia, logo o valor foi reduzido para US$ 450 mil, mas não houve acordo. Desde então, não foi feito qualquer outro contato.

Em maio do ano passado, foram encontrados em Tblisi oito corpos em uma vala comum. Estimava-se que, entre eles, estava o corpo de Levan. Os corpos foram encaminhados para os Estados Unidos para uma análise detalhada do FBI, e a hipótese foi confirmada hoje.


Os comentários estão desativados.