Falcao saiu do banco e, no finzinho, arrancou um empate valioso à Colômbia na visita ao Chile

Radamel Falcao García, aos 34 anos, se encaminha ao final da carreira. Ainda anota seus gols no Galatasaray, mas não para se manter como um nome intocável na seleção colombiana – especialmente com a fase de Duván Zapata e Luis Muriel na Atalanta. Apesar disso, o veterano conhece os atalhos do gol e pode fazer a diferença aos Cafeteros. Foi o que aconteceu nesta terça-feira de Eliminatórias: o centroavante saiu do banco de reservas e buscou um valioso empate por 2 a 2 contra o Chile, na visita ao Estádio Nacional de Santiago.

A Colômbia teve apenas duas alterações em relação ao passeio contra a Venezuela na estreia, ambas na defesa. Repetia a formação ofensiva com o trio de frente composto por Zapata, Muriel e James Rodríguez. Já o Chile vinha com quatro trocas, embora mantivesse o peso de Charles Aránguiz, Arturo Vidal, Alexis Sánchez e Eduardo Vargas do meio para frente.

Seria um começo de jogo bastante movimentado, com chances aos dois lados. E logo aos seis minutos veio o primeiro gol da Colômbia. Stefan Medina avançou com liberdade pela direita e cruzou no segundo pau, onde Jefferson Lerma apareceu para cabecear. O Chile passou a pressionar em busca do empate, ainda que o goleiro Brayan Cortés tenha evitado o segundo de Lerma. E se os colombianos já tinham perdido por Santiago Arias na primeira rodada das Eliminatórias, também viram sair lesionado Medina.

O Chile buscaria o empate aos 38, a partir de uma cobrança de pênalti. Lerma acertou o pé de Vidal dentro da área e a arbitragem marcou com auxílio do VAR. O próprio meio-campista converteu. E a virada seria instantânea, aos 41. Num avanço de Mauricio Isla pela direita, a defesa colombiana falhou na hora de cortar – duas vezes. Alexis Sánchez não perdoou a bobeira e, no segundo pau, entrou com tudo. Passou pelo goleiro Camilo Vargas, antes de concluir na dividida com Juan Guillermo Cuadrado.

O segundo tempo tinha a iniciativa da Colômbia, que veria o segundo gol ser anulado aos 18. Zapata disputou a bola no alto com Cortés e a arbitragem, depois da conferência, assinalou a falta sobre o goleiro chileno. Foi então que Carlos Queiroz colocou os Cafeteros para frente, com a entrada de Falcao García no lugar do volante Wilmar Barrios. Os colombianos levantavam a bola na área e o Chile se segurava também com muitas faltas. Até que o gol decisivo viesse aos 46. Foi um lance extremamente brigado, em que os visitantes insistiam. A definição viria com Mojica, que bateu cruzado e Falcao desviou no meio do caminho. O medalhão valeu o empate.

A Colômbia reitera o bom início nas Eliminatórias. Mesmo cedendo a virada ao Chile, foi melhor em boa parte do jogo em Santiago e aproveitou de sua qualidade para arrancar o empate. Soma quatro pontos, na terceira colocação das Eliminatórias. Já os chilenos lamentam outra vez os pontos perdidos. Depois da derrota para o Uruguai em que se queixaram da arbitragem, cederam mais um tropeço no fim. Este é o primeiro ponto conquistado pela Roja de Reinaldo Rueda na atual campanha.

Chile x Colômbia (Fonte: Soccerway)

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore