A diferença entre o PSG e os outros times da França é bastante grande. Os parisienses já torraram muitos milhões de euros para formar times fortíssimos e contratar alguns dos melhores jogadores do mundo. Com tudo isso, os rivais precisam de um trabalho muito bom para conseguirem competir. E o Lyon tentava na partida desta quarta-feira, pela semifinal da Copa da França. O jogo estava 1 a 1, até que Fernando Marçal foi expulso. Com um a menos, os Gones sucumbiram. Tomaram 5 a 1 e foram eliminados com requintes de crueldade.

O Lyon conseguiu sair na frente aos 11 minutos do primeiro tempo. Depois de uma roubada de bola no meio-campo, Karl Toko Ekambi foi até a linha de fundo e cruzou forte, rasteiro, para o meio. Martin Terrier chegou batendo de primeira e marcou 1 a 0 para o time da casa. Só que o empate viria logo depois, aos 14. Em cobrança de escanteio, Layvin Kurzawa tocou de cabeça e Kylian Mbappé desviou, quase em cima da linha, corrigindo a rota da bola. À primeira vista, parecia gol do zagueiro, mas o replay confirmou que foi mesmo de Mbappé.

O 1 a 1 foi o placar do primeiro tempo. No segundo, as coisas começaram a desandar cedo. Aos 15 minutos, cruzamento de Mbappé para a área e Edinson Cavani disputou a bola com Fernando Marçal, chutando a bola que bateu na mão do defensor. O árbitro marcou pênalti e ainda deu cartão amarelo para o jogador. Foi o seu segundo amarelo e, portanto, o lateral foi expulso. Na cobrança do pênalti, Neymar cobrou com categoria e fez 2 a 1, virando a partida.

As coisas se complicaram ainda mais aos 25 minutos, em uma linda jogada individual. O camisa 7 correu mais da metade do campo com a bola em um contra-ataque veloz, driblou a marcação e fez um golaço: 3 a 1. Aí já parecia uma carreta na descida.

O PSG martelou até acabar com o jogo. Aos 36, depois de um bate rebate danado dentro da área, a bola sobrou para Pablo Sarabia, que chutou e ampliou para 4 a 1. O jogo estava decidido, mas o PSG ainda afundou um pouco mais a faca. Aos 47, Mbappé aproveitou jogada pela esquerda e finalizou duas vezes, à queima roupa, para marcar o último gol do jogo: 5 a 1.

O PSG vai decidir a Copa da França no próximo dia 25 de abril, no Stade de France, em Paris. O adversário sai nesta quinta-feira, do duelo Saint-Étienne x Rennes. O PSG, que já é o maior vencedor da Copa da França com 12 títulos, tenta aumenta a sua própria marca.