Everton anda jogando uma bola absurda no Grêmio. Cada vez mais, o atacante se torna uma peça importante no ataque tricolor, chamando a responsabilidade para si em partidas de peso. Nesta quarta-feira, o jovem abriu o caminho na vitória por 2 a 0 sobre o Goiás, no Serra Dourada, pela Copa do Brasil. E fez isso de uma maneira magistral. O golaço marcado pelo cearense certamente estará entre os mais bonitos de sua carreira, assim como figura entre os mais impressionantes do futebol brasileiro nos últimos tempos.

A beleza do lance acontece desde o início de sua construção. Luan limpa a marcação em um espaço curto, com um belo drible, antes de passar com a parte externa do pé. Jael, fazendo o pivô, também é inteligente e dá outro passe com a parte de fora da chuteira, a Everton, que se projetava à sua direita. Então, o garoto arrebenta. O primeiro defensor, ele tira com um drible da vaca de chaleira – em uma jogada tão sensacional que se torna até difícil descrever. Depois, levanta a bola para passar por outro adversário e, de frente para o gol, fuzila com a ponta do pé. Pintura totalmente original, que deu a vantagem ao Grêmio no início do segundo tempo. Pouco depois, Luan fechou a conta na partida, cobrando pênalti. A volta acontecerá em Porto Alegre, em data ainda não definida.


Os comentários estão desativados.