Europa

Um bom pedido para o Papai Noel: as camisas de 2015 do FC Santa Claus

Uma das críticas mais comuns ao Natal se concentra na forma como os interesses comerciais se impuseram sobre os principais motivos da festa religiosa. Desde que o Papai Noel trocou as roupas verdes pelo vermelho da Coca-Cola, a situação só se ampliou. E nem mesmo o time oficial do bom velhinho escapa disso. O FC Santa Claus, criado na Lapônia (considerada como a terra do personagem natalino), se aproveitou do momento para estreitar seus negócios: a Puma reforçou neste 24 de dezembro a parceira com o clube finlandês – que também possui como patrocinador principal ninguém menos do que a EA Sports, produtora dos games Fifa.

LEIA MAIS: FC Santa Claus subiu de divisão e o narrador ficou louco de alegria

No entanto, por mais que você não curta muito as tradições ou o “capitalismo selvagem” natalinos, precisa admitir: os uniformes do FC Santa Claus são bem legais. Criado em 1992, a partir da fusão entre dois times da cidade de Rovaniemi (a cerca de 10 km do Polo Norte), o clube de São Nicolau viveu uma de suas temporadas mais gloriosas em 2014: conquistou o acesso para a terceira divisão do Campeonato Finlandês, da qual estava afastado há três anos. Pode parecer pouco, mas, dentro de um futebol cada vez mais globalizado, a vitrine já valeu para a equipe manter seu acordo com a Puma e assinar com a EA Sports. Dinheiro que pode ajudá-la a, quem sabe, chegar à elite do Finlandesão em breve.

Além disso, o clube também acertou com uma loja americana para a venda de seus uniformes. O World Soccer Shop comercializa desde as camisas de jogo até roupas de bebê com a temática dos alvirrubros. Algumas delas valem até mesmo a cartinha para o Papai Noel.

Abaixo, os modelos de 2015 do FC Santa Claus e um (tosco) vídeo sobre a parceria com a Puma:

Santa-home-away

Para conhecer um pouco mais sobre o FC Santa Claus e seu uniforme, vale conferir também o post dos nossos amigos do Verminosos por Futebol, com mais detalhes sobre as parcerias.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo